quinta-feira, abril 24, 2008

Pequenas Tragédias Cotidianas IV

Ele odiava o maldito anão de jardim que ficava na área de lazer, perto da piscina. Sempre que era obrigado a passar por ali, e isso era praticamente todo dia por causa da localização da sua vaga de garagem, tinha a nítida sensação de que a escultura de gesso zombava dele, os olhos grandes, o chapéu vermelho e pontudo, a barba branca que negava a expressão jovial e contente.

Murmurava sempre um “vai tomar no cu” ou “anão filho da puta” ao passar pelo pequenino. Virou uma obsessão.

Às vezes acordava sobressaltado pelo pesadelo com a face sorridente do boneco se aproximando mais e mais do seu próprio rosto. Pesadelo recorrente e incômodo. Resolveu que precisava fazer algo.

Eram três da manhã quando esgueirou-se pelo jardim e surrupiou o anão. Subiu ao telhado onde ficavam as antenas do velho prédio e, após sussurrar uma última ofensa, lançou a estátua no vazio. Estranhou o ruído, mais abafado do que imaginara, e desceu para o apartamento.

Surpreendeu-se com a comoção na entrada do prédio na manhã seguinte e, ao ser informado sobre o bizarro acidente que envolveu um anão de jardim caído dos céus e a morte do porteiro, estremeceu.

Nunca foi tido como suspeito e o assunto foi esquecido, mas ainda hoje, ao pregar os olhos, o pesadelo recomeça, agora com o anão e o porteiro. Sorrindo, sorrindo sempre os dois.




Direto na têmpora: Windowsill - Arcade Fire

10 comentários:

Anônimo disse...

Muito bom !!!!!

Meus parabéns

redatozim disse...

Obrigado, anônimo. Valeu.

ndms disse...

Genial o conto. Gostei muito mesmo

redatozim disse...

Gracias, ndms, muchas gracias.

alexandre disse...

redatozim, meu velho, amanhã, sábado, tem ODAIR JOSÉ no conexão vivo.

vai ser fino.

tou tentando convencer o minino gastão a ir também, mas acho que ele vai ter dor de dente amanhã.

redatozim disse...

Lamentavelmente sábado não é dia de babá e meu pulmão está prestes a explodir, Alexandre, mas é indubitavelemnte, grande programa do mês. Raios! Maldição!

tita disse...

Cool!! ;)

Hehehehe...me lembrei de um episódio de Lost..quando Hurley e um amigo pegam váarios anões nos jardins da galera..vc viu? Muito engraçado...

redatozim disse...

Tita, não assisto Lost. Nada contra a série, mas é que como não tenho saco e nem tempo pra seguir, prefiro as que se resolvem em um único episódio, tipo House ou CSI. Sabe do que me lembrei? Amélie Poulain e o anão de jardim viajante, lembra?

don oliva disse...

Que ele tinha razão, lá isso tinha... coisa pior do que anão de jardim?
Têm aquelas andorinhas de varanda. Mas, pelo menos não exibem "o tal" sorriso.
E o porteiro? Culpa do anão, que o atingiu em cheio. Sinistro!

redatozim disse...

É como diz o outro, don Oliva, quando chega a hora, chega a hora.