segunda-feira, maio 03, 2010

Pai de menina

Digam o que quiserem, pensem o que pensarem, mas para mim a verdade mais doce é que não há nessa vida nada melhor que ser pai de menina.

Ser pai de menina é cuidar o carinho para não machucar, é trocar monstros por fadas, é se afogar em esmaltes, batons, pulseiras e brincos.

Ser pai de menina é não falar palavrão, é se interessar por vestidos e quase ensurdecer com os gritos mais agudos que se há de ouvir.

Ser pai de menina é ganhar o sorriso mais apaixonado, é sofrer com o ciúme mais doce, é se arrepender de ter sido sempre tão duro.

Ser pai de menina é - mais importante que tudo - ser sempre o príncipe e nunca o vilão.

E levar no peito, para o resto da vida, uma pequena bailarina cor-de-rosa que nunca vai crescer.







Direto na têmpora: Careless - Cape Conrad

35 comentários:

*Flávia Fontes* disse...

"Esta menina tão pequenina quer ser bailarina.
Não conhece nem dó nem ré mas sabe ficar na ponta do pé.
Não conhece nem mi nem fá . Mas inclina o corpo para cá e para lá.
Não conhece nem lá nem si, mas fecha os olhos e sorri.
Roda, roda, roda, com os bracinhos no ar e não fica tonta nem sai do lugar.
Põe no cabelo uma estrela e um véu e diz que caiu do céu.
Esta menina tão pequenina quer ser bailarina.
Mas depois esquece todas as danças,
e também quer dormir como as outras crianças." - Cecília Meireles

Linda como essa pequena !!! Parabéns, pai de menina !!!

Ju Soares disse...

Lindo! Ui... Isso que chamo de musa inspiradora. Aliás, uma grnade inspiraçao que você e Fernanda tiveram juntos.

Xande disse...

É Maurilo, pra lá estou indo...ser pai de menina. E me incentiva mais ainda ler posts como esse. Obrigado pela força que sem querer vc me deu. Abs, Alexandre

Rubens disse...

Pra mim, my friend, o principal de ser pai de menina é mostrar a ela, com exemplos cotidianos, que homens podem ser criaturas admiráveis, amorosas, respeitadoras, doces e confiáveis. E se algum dia, ela encontrar um homem admirável, amoroso, respeitador, doce e confiável para ser seu companheiro, é sinal de que o seu exemplo serviu de alguma coisa.

Rapha Garcia disse...

Você, como bom Nostradamus que é, já traçou meu futuro ao dizer "é se arrepender de ter sido sempre tão duro".

Depois dessa frase, é fato que tudo vai conspirar e eu terei uma filhA, quando eu for pai.

Não que eu esteja reclamando. Muito pelo contrário. Serei pai da melhor baixista/fotógrafa do mundo! :D

ingrid disse...

Meu pai, como eu, com certeza ia ficar emocionado lendo seu post. Tbm sou filha única e já fui bailarina, pena que cresci. :)

redatozim disse...

Lindo poema da Cecília, Flávia. Humilha bastante o meu texto, mas é lindo rsrsrsrs

Clarice disse...

Encheu meus olhos de lágrimas, Maurilo!
Que lindo.

redatozim disse...

50% de inspiração e 50% de transpiração, Ju rsrsrsrsrs

redatozim disse...

Xande, é mesmo a melhor coisa do mundo. Aproveite.

redatozim disse...

É, Rubéola, dar o exemplo é a parte mais difícil.

redatozim disse...

Rapha, que Deus te abençoe com essa dádiva.

redatozim disse...

Fico feliz que você tenha gostado, Ingrid. Mesmo.

redatozim disse...

Espero que sejam olhos cheios de felicidade, Clarice ;)

Danuza Falabella disse...

Lindo e a mais pura verdade. Muitos sonham em ter meninos...mas qdo vem a garotinha, eles se derretem. Vejo isso com o pai da minha Sofia. Nossas meninas serão as eternas bailarinhas indefesas frágeis princesinhas. Mesmo que se transformem em poderosas mulheres.

redatozim disse...

Até a Dilma já foi uma princesinha frágil um dia, Danny, pode perguntar pro pai dela.

Jazgorn disse...

Parece uma Fadinha!!! Me lembra a Sininho de Peter Pan.

redatozim disse...

Ela ama a Sininho, Jazgorn.

Fernanda disse...

Toquinho e Vinícius pensavam parecido: "Menininha, que graça é você,
Uma coisinha assim, começando a viver.
Fique assim, meu amor, sem crescer,
Porque o mundo é ruim, é ruim, e você
Vai sofrer de repente uma desilusão
Porque o mundo somente é seu bicho-papão."...

redatozim disse...

Essa é de matar pai de menina do coração, Fernanda. Até já coloquei no pastelzinho a letra rsrsrs

Jonga Olivieri disse...

Imagino como possa ser, mas eu, pai de um menino --que hoje é adulto-- não passei por nada disto.
Mas a Sophia tá linda demais da conta,

Don Oliva

redatozim disse...

deve ser uma emoção diferente, mas igualmente bacana, don oliva.

Ilda Marcia disse...

Lindo Maurilo, até copiei e mandei p/ meu marido que é pai de menina ao quadrado.

redatozim disse...

Espero que ele tenha gostado, Ilda. Valeu a divulgação.

Renata Feldman disse...

Êta Édipo danado! Êta paixão pro resto da vida!
Abração!

redatozim disse...

rsrsrs Maurilão Edipão agradece, Rê.

Kika Vernalha disse...

Conversando com a Quel hj sobre ser 'mãe de menina' ela comentou comigo desse seu post que tinha deixado passar. Voltei do lanche e corri aqui para procurá-lo. Encontrei! E achei um doce. Parabéns pai de menina. Adorei! Eu quero muito, muito mesmo ser mãe de manina um dia.

redatozim disse...

Ah, Kika, ontem eu criei um monstro com ela que ficou assim, monstro de menina. É bom demais, viu?

Flavio disse...

Sempre quis ter uma filha primeiro, basicamente pelos motivos que você tão bem expôs acima. Enfim , tive. 2 minutos antes do menino o que alterou o curso da história, afinal na louca separação natural das tarefas , sobrou pra mim o garoto e a menina foi ter com a mãe uma relação quase simbiótica. Dancei, ela não tem um super herói e sim uma super heroína, sou descartado que nem embalagem de iogurte, mas entendo, tenho que entender, afinal do outro lado a história se repete a meu favor...Continuarei tentando, essa é a graça, eta mulherzinha dificil de conquistar!

redatozim disse...

Cada um tem sua delícia, Flavio (é o Froes, né?), mas eu como pai apenas de menina, falo do que conheço. Acho que ser pai deve ser bom até se for pai de bezerro rsrsrs

Bruno Rabello disse...

Chegando em casa do ultra-som (ou será ultrassom? ou ultrasom?), logo após receber a notícia de que me enquadrarei neste time, corri para o computador para reler este post pelo qual eu havia me encantado quando descobri o blog.

Vou estrear na função de pai com certo atraso, mas, ansioso, já estou relendo os seus deliciosos relatos para sentir o gostinho e ir aprendendo um pouco.

redatozim disse...

Parabéns, bruno, mil vezes parabéns e curta demais essa delícia que é ser pai.

Divagações da Mamãe Tê disse...

E tomara que "nunca" cresça...

Ser mãe de menina é contar com a meiguice, o companheirismo, o grude com a mãe e os ímpetos Ç(já adolescentes - 6 anos e 8 meses) o tempo todo...

Que bom que aí tem um super pai de menina...

O sorriso de bailarina não deve cessar..

Beijos...
Tê Nolasco

redatozim disse...

É, Tê, que ela cresça sem nunca deixar de ser minha menina.

Divagações da Mamãe Tê disse...

..eu por aqui vou torcendo por nossas meninas...