quarta-feira, maio 26, 2010

Aqueles medinhos estranhos

Ontem na hora de deitar, a minha Sophia pediu com uma vozinha bem delicada:

- Papai , eu queria mais uma luzinha.

- Por que, filhinha?

- Porque eu tô com medo.

- Medo que quê, meu anjo?


E ela:

- Medo da dengue.




Direto na têmpora: Big blue - The Grand Island

8 comentários:

Renata Feldman disse...

É isso aí, doce Sophia! Alguns medos são surreais! Já outros, extremamente reais!... Pede o papai pra passar um repelente cheirosinho, e durma com os anjos!

redatozim disse...

rsrsrs e ela ainda tem alergia, rê, aí o pavor de pernilongos atinge níveis inexplicáveis.

Rapha Garcia disse...

OOOOOWWWNNNN *__*

Com um pedido desses, eu comprava 16892381978612306 Raid's daqueles de parede, espalhava extensões em todo o quarto dela e ligava todos ao mesmo tempo.

redatozim disse...

rsrsrsrs dá vontade mesmo, Rapha.

recheiodecasa disse...

KKKKKKKKKKK
A filha de uma amiga morria de medo do Marcos Valério.

Um beijinho pra Sophia
Ana Paula

redatozim disse...

hahahaha dormir com medo do Marcos Valério é foda, Ana.

Quel disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk ai, ai.. adorei

redatozim disse...

valeu, Quel rsrsrs