quarta-feira, abril 30, 2008

Duas pérolas

Fernanda pergunta e Sophia, entretida com alguma brincadeira, nada de responder.

"A Sophia vai deixar a mamãe falando com as paredes?"

"Vai"

"Mas a gente não fala com as paredes, Sophia."

"Eu falo."

E olhando para sua sombra, emenda:

"Cuidado, parede, a sombra vai te pegar."


_________________________________________

"Papai, mosquito picou. Qué remédio da Lílian, lá fora."

"O quê, Sophia? O remédio fica aqui ó."

"Não, qué o da Lílian lá fora."

"Então me mostra."

A baixinha então me guia até a porta do armário onde ficam os produtos de limpeza, na área externa.

"Aqui, filha?"

"É, abre."

"Aqui não tem remédio, Sophia."

E ela, apontando para a garrafa de álcool.

"É esse, papai, passa..."




Direto na têmpora: Amanhã - Trinidad

8 comentários:

Mari disse...

Como diaria minhaavó: Essas crianças de hoje...tão espertas, não é mesmo.

zega disse...

hauehaueh! pedro luis, sophia e a parede, essa foi ótima.
e a gente aqui garrado em plena sexta-feira, no penúltimo feriado do ano... aff

redatozim disse...

As crianças sempre são mais espertas do que a gente imagina, Mari. Sua avó mesma, devia ser bem espertinha.

redatozim disse...

Garradim, garradim, Zega. E no último feriado do ano eu vou estar de férias pra completar. Tomou, papudo?

alexandre disse...

redatozim, meu velho, ontem o universo quase deixou de existir com a presença de dois costanzas no mesmo recinto.

se pelo menos fosse o axé brasil, eu não acharia ruim.

redatozim disse...

Meu caro alexandre, parafraseando o velho Cosmo: "Hey, I'm on first and first. How can the same street intersect with itself? I must be at the nexus of the universe."

ndms disse...

Morro de rir com as tiradas da Sophia: tal pai, tal filha

Com saudades

redatozim disse...

Saudades, ndms, ela está cada dia mais parecida fisicamente com a Fernanda e em temperamento comigo, eu acho, mas sei lá, pode ser fase.