segunda-feira, janeiro 19, 2009

Coisas das Letras

Viagem para São Thomé das Letras com alguns amigos. Dois carros cheios de marmanjos para o feriado. Chegando a Três corações, logo antes da subida, carona para algumas meninas.

Uma delas, bicho grilo típico da fauna letrense, assim que entra no carro começa a contar um encontro traumatizante com seres extraterrenos. Sem entrar em detalhes, ela menciona como a experiência foi impressionante e como ela estava indo para a cidade mística em busca de respostas.

Silêncio breve e um dos meus amigos emenda: "pode falar, um ET comeu você, né?". No resto da subida não se ouviu mais a voz da pequena.

Outra rapidinha de São Thomé foi a vez em que um dos amigos ficou muito bêbado e sumiu. De repente, um outro colega caminhava com uma mocinha que arranjou por ali quando, como um raio, vem o bebum correndo, rouba o chapéu da donzela e, ainda em disparada, joga em uma poça de lama.

Após o feito, ergue os braços e sai comemorando "Touchdown! Touchdown!".

São Thomé era bom.




Direto na têmpora: Meu mundo e nada mais - Guilherme Arantes

10 comentários:

Drica disse...

Nossa, adorei seu Blog, sempre estarei aqui, bjs... vc é muito divertido !

redatozim disse...

Coisa boa, Drica, volte sempre. Valeu.

Jonga Olivieri disse...

Quer dizer que agora o ET de Varginha não está sozinho.
Ou será que é o mesmo?
Don Oliva

redatozim disse...

Acho que o ET de Varginha visita tanto a região por isso, Don Oliva.

Gastão disse...

Redatozim, meu irmão... vou contar o resto da história.

Depois do touchdown, o bêbado some, ninguém o vê mais. "Cadê o fulano, cadê o fulano?" Nada do fulano.

Mais tarde o fulano é encontrado no quarto da pousada (cuja porta estava TRANCADA, e a chave estava com outro).

COMO o fulano bêbado entrou no quarto trancado, é um mistério.

São Thomé era bom, muito bom.

Gi. disse...

TOUCHDOWN! Adoro futebol americano.

redatozim disse...

E digo mais, Gasta, no dia seguinte chega o dono da pousada com um pé de sapato na mão, dizendo "Seu amigo perdeu ontem de madrugada quando ele estava andando ali na beira do precipício. Achei que ele fosse cair."

redatozim disse...

DAqui a duas semanas tem Superbowl, Gi.

camila disse...

acredite, eu já passei um reveillon em são thomé e realmente muitas coisas engraçadas acontecem por lá. lembro-me também da dor de cabeça depois de tomar sei lá quantas cervejas Conti que custavam baratíssimo! hahahaha e olha que eu nao era mais estagiária, só queria provar os produtos regionais. Na noite do reveillon nós ficamos o tempo todo na pedra do mirante (não confundir com a pirâmide) quando o primeiro sol nasceu duas mulheres inteiramente vestidas de vermelho estavam com as palmas da mão pra cima. Uma delas chorava e falava: "sinta a energia, já vejo boas vibraçoes para este ano"... e outras coisas do gênero. Só lembro que eu e mais 3 amigos continuamos bebendo, escutando e rindo das moças de vermelho. hahahaha

redatozim disse...

Passei um reveillon lá também, camila. São Thomé é um lugar propício para se ter histórias para contar.