sexta-feira, janeiro 09, 2009

Nomes de novo

Já disse algumas vezes que me chamam de Maurício, Marcílio, Murilo, Maurinho, tudo menos Maurilo. Até aí, perfeito, meu nome não é comum mesmo.

Agora, o que mais me impressiona é que, em 80% dos casos, quando a pessoa entende finalmente que meu nome Maurilo a primeira pergunta é "com dois 'L'?". Quer dizer, não basta meu nome ser difícil o suficiente para causar toda aquela confusão, é preciso que ele ganhe ainda um "L" extra pra foder de vez.

Daí que me lembrei de um amigo meu, o Hélio. Em um serviço de atendimento qualquer, a mocinha pergunta solícita:

"Seu nome é com "H"?

Ao receber a resposta afirmativa, não teve dúvidas e grafou "Élho".




Direto na têmpora: The Shy Retirer - Arab Strap

20 comentários:

ndms disse...

Realmente é um nome complicado, principalmente porque Maurilio é um nome mais conhecido e comum. No entanto, a homenagem que se presta ao seu avô, merece todo esse sacrificio

redatozim disse...

Não é sacrifício, ndms, é apenas uma piada.

Gastão disse...

Redatozim, meu irmão...

'Tamo junto' nessa, você bem sabe.

Ontem eu fui ao escritório do meu primo, e no prédio dele a portaria pede identificação dos visitantes. Mas o porteiro não me pediu a carteira, apenas perguntou o número da minha identidade e meu nome.

Quando eu disse "Ewerton", ele perguntou o infalível "hã??", eu repeti, esperava que ele fosse simplesmente escrever com V, em vez de W.

Mas não, ele preferiu incorporar mais uma aberração à lista: ERVERTON.

By the way, essa do Élho é muito boa...

Adriana disse...

Num primeiro dia de aula de uma cadeira qualquer na faculdade (de jornalismo, diga-se), uma colega de sala sapecou no texto de apresentação: "meu nome é fulana, uma almenagem de minha mãe à minha avó". Deve ser a mesma que atendeu seu amigo.

redatozim disse...

É isso aí, Erverton, vamos chamar o Élho pra sicutir sobre quantidade ideal de "L" em Maurilo.

redatozim disse...

Putz, Adriana, "almenagem" é a certeza de que essa pessoa vai chegar longe na carreira. Quem é tão burra assim, logo, logo, aprende a puxar o saco.

alechandre, com x disse...

redatozim, meu velho, sabes tu que gastão; o homem, a lenda, o mito; certa feita encontrou e fotografou o crachá de um WDSON?

é fato.

e vc reclamando dos seus L.

redatozim disse...

WDSON? Bom, deve ser Wadson ou Wedson, o que não melhora muito a coisa. O fato é que crachás e correspondências não querem dizer muita coisa. Eu, por exemplo, recebo sempre a mesma correspondência da Casa Maia duplicada. Você me pergunta "mas, por quê?". E eu respondo, porque em uma eu sou Maurílio e na outra, Murilo.

Gastão disse...

E outro dia, em um e-mail que circulou por esta autarquia vital, eu fui citado como EWRETO.

Tudo bem, o mais gritante é um erro de digitação, e não de...ortografia.

O que não me impediu de aproveitar a piada, e ler aquilo como Eurêto (lendo o W com som de U), e passar a me apresentar como tal, em determinadas situações.

redatozim disse...

Bom, Gasta, eu tenho sempre o caso do Marcucci e do Mr. Shuêra para escolher como codinome. Além de Maril, é claro.

Gastão disse...

Era WDSON mesmo. Não era crachá, era uma plaquinha. Acredite, existem quase 700 Wdson no Brasil.

Mas eu me senti meio mal depois, por ter fotografado e feito chacota com o nome do cara. Parei com isso. Agora só dou risada do meu próprio nome, ou com a permissão do dono do nome (como Maurillo, Élho, etc.)

Quem sou eu, Redatozim, para rir do W alheio...

redatozim disse...

Gasta, no caso o "w" tem som de "hu", é óbvio, e eu imbecial aqui sem compreender a sutileza da alcunha.

Jonga Olivieri disse...

Isso me lembrou a piada do Cebolinha.
Uma vez, perguntaram ao Cebolinha:
- O seu nome ´pe com "ele" ou com "erre"?
Ao que o Cebola respondeu:
- É com ele de Cebolinha!
Don Oliva (com "ele" de Cebolinha mesmo)

redatozim disse...

esse risco a sophia nao corre, don oliva, rsrsrs

ndms disse...

Acho que Sophia vai enfrentar um problema menor: com F ou com PH?

Vinicius Alzamora disse...

Readtozim (putz, nem me dei conta do trocadilho, agora vai assim mesmo, já que o assunto é esse),
anota aí mais uma: se o problema do Maurilo seria a quantidade de "eles", ou seria "éles"?, um ex-garçon de um estabelecimento onde costumamos almoçar, talvez na dúvida sobre se meu nome seria com c ou com s, mandou na ficha de consumo Vinissius. Bem, melhor sobrar do que faltar, já dizia minha avó.

danny falabella disse...

este negócio de nome é dureza mesmo...e nosso amigo Jônio Bethônico deve ser descolado no lance! ehehehe Mas a sua Sophia vai passar o resto da vida tendo que falar que escreve é com PH assim como a minha vai ter que passar o resto da vida dizendo que não é com PH... ;)

redatozim disse...

muito provavelmente, ndms

redatozim disse...

Vina, e se ele tivesse que escrever Alzamora? Doiz "Z"? Cazzo!

redatozim disse...

mas acho que a maioria das pessoas escreve com "F", danny. Sua Sofia vai ter a vida mais fácil do que a minha nesse quesito rs