terça-feira, janeiro 20, 2009

O último dia de Bush

Em homenagem ao fim da era G. W. Bush, um filme dos últimos dias de Clinton na Casa Branca. É simplesmente sensacional e engraçadíssimo ver o último dia de um presidente que, na prática, já não manda. Boa lembrança do Leo Oliveira.



O último dia de Bill.




Direto na têmpora: Love Is A Sign – The Go-Betweens

10 comentários:

zega disse...

pelo menos agora fica mais fácil pegar aquele imbecil e dar um pelo cacete nele. qualquer coisa é só gritar depois do arremesso.

redatozim disse...

Que amargor eh esse, zega? O homem negou seu visto?

lilaemarcelo disse...

Muito bom! O Clinton era carismático, pelo menos isso ninguém pode negar!

redatozim disse...

Sem dúvida, lilaemarcelo, mas contar quer os escândalos pessoais eram bem divertidos.

Jonga Olivieri disse...

Eu não sei se oBush negou o visto de Zega.
Mas ele negou o visto do ser humano alcançar alguma dignidade.
Ele negou o visto de todos serem iguais perante a lei.
Ele negou o próprio princípio de liberdade que originou o seu país.
E finalmente, ele negou o prazer de todos nós vermos aquele sapato pegar me cheio naquela cara desprezível.
Essa última, sinceramente foi uma decepção.
Don Oliva

redatozim disse...

Sei não, Oliva, ainda acho que ele negou visto pra você também risos

ndms disse...

É assim, o último dia de uma pessoa, quanto mais poderosa, mais difícil será o seu último dia. No entanto, tem alguns que voltam mais poderosos ainda. Só espero que este Bush va cuidar do seu rancho e de suas éguas, mulas, etc...

redatozim disse...

O Bush vai viver a vida dele, dando palestras, fazendo consultoria sobre crises militares e faturando com petróleo. Volta não, de jeito nenhum.

Jonga Olivieri disse...

Se tivesse feito isso era pra colocar no currículo...
Don Oliva

redatozim disse...

rsrsrsrsrs eu estive lá na era Clinton, Oliva, mas se tudo der certo $$$, volto nos tempos de Obama.