quinta-feira, setembro 06, 2007

Outros mundos

Patópolis, o Condado, Metrópolis, Gotham City, Pasárgada, Santa María, Morgul, o Sítio do Pica-Pau Amarelo, Pentesiléia, Diomira, Leônia.
Lugares que não existem, mas que eu adoro visitar.




Direto na têmpora: Insensível - Titãs

6 comentários:

Adriana disse...

Também tem Macondo, né!
Aliás, o Ferreira Gullar, certa feita, respondeu à uma repórter que tinha nascido lá. A coitadinha abriu seu texto de introdução da entrevista assim: "Ferreira Gullar, maranhense de Macondo, ..."

Redatozim disse...

Caraia, esqueci de Macondo mesmo, Dri! Bom, devo ter esquecido de uma porrada de outros, mas aí que me lembre o Ferreira, já que ele é da terra.

don oliva disse...

Antes mesmo de Manuel Bandeira, "Pasárgada" já existiu de fato. Era uma importante capital da Pérsia antiga.
Mas, não vamos esquecer da "Antares" de Érico Veríssimo. Ou de "Eldorado" de “Terra em Transe” de Gláuber Rocha.
Mas esta questão de países ou lugares imaginários gerou até à formação da "Associação Holandesa de Geoficção", que funciona como uma plataforma para adeptos da geoficção.

Redatozim disse...

Associação Holandesa de Geoficção é do caralho. Tinha esquecido de antares também e Eldorado eu não conhecia (não assisti Terra em Transe). Mas Pasárgada não existe hoje, Don Oliva, então o post vale risos de qualquer forma valeu a curiosidade.

Anônimo disse...

Shangri-lá, Nirvana, não entram nesta lista? e uns menos cafonas, como Uqbar Orbius Tertius? ;)

bjs, kiti

Redatozim disse...

O Uqbar eu ainda não tive o prazer, Kiti. Fica perto de Araraquara?