terça-feira, setembro 11, 2007

434 motivos

434 motivos para te deixar. Listados, catalogados, registrados em cartório, em ordem alfabética, com data e hora e fórmula e prazo de validade.

434 gotas d’água, 434 gestos impensados, 434 palavras não ditas e outras tantas ditas também.

434 desculpas esfarrapadas, 434 feridas abertas, 434 sonhos mortos. 434 discussões exageradas e 434 outras que não aconteceram.

434 filhos que não tivemos, 434 beijos que não demos, 434 pedras que atiramos, 434 vezes seu nome dito com ódio (e certamente repetido o meu).

434 razões, 434 causas que 434 pedidos de perdão já não podem apagar.

434 motivos para te deixar, mas você vai conhecer apenas um (além dos mil que já sabe de cor) e é ele que vai bastar.




Direto na têmpora: The night before - The Beatles

4 comentários:

Jonga Olivieri disse...

434 motivos para você concluir que foi bom ter continuado com este blog.
434 vezes meus parabéns pela decisão... muito embora eu ache que você pensou umas 434 vezes antes de tomá-la.
434 votos de sucesso hehehe

Redatozim disse...

434 agradecimentos, Don Oliva.

Jonga Olivieri disse...

E eu digo pela 434ª vez que não é para ficar agradecendo.
Vou contar uma historinha (coroas adoram contar uma historinha, né?):
"Quando eu trabalhava na VS, havia um prêmio, o "Prêmio Ducaralho", Assim mesmo, tudo junto, em homenagem a uma das frases prediletas do Lula Vieira quando via uma boa campanha, uma boa idéia, enfim, qualquer coisa que ele gostasse.
Bom, o prêmio consistia no premiado escolher um restaurante e ir jantar nele, gastar o que quizesse, e trazer a nota para o nosso diretor financeiro, que nos reembolsava. Para mais informações ler “O çaso’ do pato laqueado” no meu blog (29/9/2006), Eu mesmo fui jantar num restaurante francês (o L’Argent) que era caro pra dedéu.
Mas, no dia em que eu ganhei o prêmio fiquei emocionado, e chegando perto dos diretores fui agradecer. E o Carlão (um dos maiores profissionais de propaganda que jamais conheci), virou-se para mim e disse: “JONGA, VOCÊ NÃO TEM QUE AGRADECER A NINGUÉM... VOCÊ MERECEU ESTE PRÊMIO. ELE É SEU!”
Taí...

Redatozim disse...

Boa história. Eu mereci. risos