segunda-feira, setembro 24, 2007

Scars

Juro que esse é o último Robert "Red" Walton que eu posto aqui. Desculpem e lá vai bomba, com direito a tradução porca.

"Lend me one of your scars so I can figure out what living is all about. In this cozy nest of mine, the air is much purer, the sun is much brighter, the kisses are free and this just ain’t life. This just ain’t true. This just ain’t me.

Lend me one of your scars, maybe the biggest of all, so I can bleed in some way and finally open my eyes. And if there’s nothing new to see, so sorry, so be it. That’s life and that’s true and that’s me.

So lend me one of your scars, one of your broken dreams, one of your torned and ripped toys, ‘cause I’d rather be in harm’s way than to live another day like this."



"Empreste-me uma de suas cicatrizes para que eu possa descobrir o que significa viver. Nesse meu ninho confortável o ar é mais puro, o sol é mais brilhante, os beijos são de graça e isso simplesmente não é a vida. Simplesmente não é verdadeiro. Simplesmente não sou eu.

Empreste-me uma de suas cicatrizes, talvez a maior de todas, para que eu possa sangrar de algum jeito e finalmente abrir meus olhos. E se não houver nada novo para ver, sinto muito, que seja assim. Essa é a vida e isso é verdadeiro e esse sou eu.

Então me empreste uma de suas cicatrizes, um de seus sonhos partidos, um de seus brinquedos destruídos, porque eu prefiro estar em perigo do que viver mais um dia sequer assim."





Direto na têmpora: Lagartija Nick - Bauhaus

5 comentários:

don oliva disse...

Continuo gostando dos textos de "Red" Walton...

Maria Luiza Pedrosa disse...

Vc já leu Emily Dickinson? Parece um pouco com o estilo do "Bob", porém mais conciso. O nome Robert Walton não me é estranho; fiz Letras na UFMG e um tanto de matéria de poesia, entre elas "Masters of North American Poetry". Hoje quando chegar em casa vou dar uma olhada nas minhas apostilas...

Redatozim disse...

Bom saber, Don Oliva.

Redatozim disse...

Li pouca coisa dela. Muuuiiitooo pouca mesmo, mas achei a bacana a comparação. Não sei é se você vai achar alguma coisa dele nas apostilas, mas...

don oliva de Saavedra y Carajos disse...

IIIhhh, entendi... hehehe