quarta-feira, novembro 12, 2008

Os dois porquinhos

Eu não sou um rapaz prendado. Até me viro, mas não sou um primor em nenhum quesito de cuidados com um lar, seja lavar, passar, cozinhar ou limpar. Faço tudo, mas nada disso eu faço bem.

Na época em que morei em Curitiba, dividia o apartamento com outros 3 caras, sendo que dois deles não eram o que se pode chamar de asseados. Ou seja, se eu e o Leandro não ralássemos pra deixar o apartamento habitável a coisa simplesmente degringolava.

Uma tarde, cheguei ao apê e fui assar um pão de queijo. Ao abrir o forno me deparo com os restos mortais de alguma ave já cobertos por um suave bolor. O cheiro variava entre nauseabundo e vagamente mortal.

Com ódio no coração, retirei o falecido e torrado animal, depositando-o sobre a cama do facínora responsável.

E o pior: ele chegou, pegou o cadáver decomposto e colocou na pia sem dizer uma palavra e sem aparentar nenhuma surpresa. No mínimo achou que tinha mesmo esquecido o lanchinho na cama.




Direto na têmpora: Speeding cars – Imogen Heap

18 comentários:

emmibi disse...

EEEECAAAAA

redatozim disse...

emmibi você não imagina os ruídos que essa criaturinha emitia de dentro do banheiro pela manhã.

alexandre disse...

podia ser pior, redatozim.

podia ser um carioca. ou um paulista. ou um paulista e um carioca.

ou um paulista, um carioca e um argentino.

já pensou que inferno seria?

redatozim disse...

bom, alexandre, o klukluxklanico, deixo estes comentários preconceituosos para você.

O problema pra mim é que porco é porco, não importando onde é o chiqueiro.

danny falabella disse...

argh...esta creatura, que fim tomou?? (to me referindo ao porco e não a ave bolorenta)

redatozim disse...

Não faço idéia, danny, só sei que formou em direito.

Anônimo disse...

Maurilão, além do cadáver na cama, poderia ter se escondido atrás da porta do quarto do sujeito e gritado surpresa, deixando um sorriso nervoso no canto do lábio e o olhar fixo nos dele, hahahahahahaha.
Porcos tb morrem do coração, risos.
Bjs
Dea

redatozim disse...

Ah, se eu fosse mau como você, Dea, teria sido muito mais divertido.

Tita disse...

Afe maria, eca!
Bom, tem coisa que eu gosto de fazer...sei lá..conzinhar, arrumar a casa...mas, sei que gosto porque é hobby total..ainda vivo com a Maria lá em casa...quero ver no dia em que for morar só...ahhh...aí eu quero ver...vou pedir arrego a Maria umas 11348643123 vezes...hehehe

redatozim disse...

Morar sozinho é bom demais, tita, mas tem seu preço mesmo mesmo.

Cabido disse...

Creeeddoo....
Peguei 3 kilos de nojo!!!

ndms disse...

De que "ave torrada" estamos falando?

redatozim disse...

O trem era feio, cabido, cê nem imagina.

redatozim disse...

Frango ou algo do gênero, ndms, não lembro com certeza.

Jonga Olivieri disse...

Putzgrila! Conheci alguns porquinhos pelaí, mas igual a esse é difícil mesmo.
Dom Oliva

redatozim disse...

vivi ali, 6 meses enfrentando o porcalhito, oliva.

Rubens disse...

Com desorganização atá rola de conviver, mas com lambança e porcaria aí é f*!

redatozim disse...

ainda bem que a fernanda é obcecada por limpeza, rubéola