quarta-feira, novembro 19, 2008

Esquecimento

Não sei se foi o Borges quem disse que o esquecimento é o único perdão e a única vingança. Ou algo que o valha.

Pois bem, eu tenho enorme facilidade em reconhecer rostos e lembrar nomes, mas uma imensa dificuldade em recordar se a pessoas era um bom amigo ou um amargo desafeto. Já cumprimentei efusivamente um caloteiro no supermercado só para, 30 segundos depois, lembrar quem ele era e fechar a cara.

Tem um filme chamado Desafio no Bronx, dirigido pelo Robert De Niro, em que um dos personagens vive querendo pegar um outro rapaz que deve uma grana a ele. Um mafioso mais velho então pergunta:

"Você é amigo desse cara?"

"Não."

"Você gosta dele?"

"Não, ele é um babaca."

"Quanto ele te deve?"

"20 dólares."

"Pronto, considere que você pagou 20 dólares pra nunca mais ter que olhar para a cara dele."

Às vezes eu consigo agir assim e transformo gente que eu não gosto em posts sacanas ou simplesmente me esqueço deles. Normalmente eu consigo e isso é bom.




Direto na têmpora: Famous for nothing - Dropkick Murphys

14 comentários:

Micho en el pais de las maravillas disse...

E isso equivale a sabia frase citada no post.
bom!

redatozim disse...

nóis tenta, micho

tita disse...

hahahaha
Muito bom!

redatozim disse...

eu já paguei altas granas pra ficar livre de certas figuras, tita, inclusive larguei emprego, mas aí é outra história.

ndms disse...

Como se dizia: você está com a cachorra!

Parabéns

redatozim disse...

risos valeu ndms

danny falabella disse...

eu tb consigo na maioria das vezes..isso faz bem mesmo...agora tente isso com empresas como a TIM, Banco do Brasil, Embratel etc hehe

redatozim disse...

ah, não, aí é difícil porque é empresa, danny, mas eu esqueço de todos os atendentes ;)

Gastão disse...

Redatozim, meu irmão...

Eu me lembro de, num Encontro do Ex-Aluno do Loyola, você cumprimentar aquele babaca do Fabão, poucas semanas depois de ele ter cagüetado (com trema) uma coisa da nossa turma.

Claro que não é exatamente a mesma coisa, você se lembrava bem da pessoa, mas teve um lapso quanto à babaquice dele.

Mas não importa, bastou para eu ficar te alugando a tarde inteira, bêbado. "Tssss.... Cê cumprimentou o Fabão!!! Ahh, não... Puuuutzz..."

redatozim disse...

É verdade, Gasta. O cara era um babaca completo e eu cumprimentei sem me lembrar disso. Depois ignorei solenemente, mas vocês já tinham visto. Enfim...

Carol disse...

Oi, Murilo!
Obrigada pela visita lá no meu bloguezim!

Quanto ao texto, eu tinha posto a sua 'assinatura' lá no final, pois 'pesquei' do blog da Cris, que li de cabo a rabo, numa tarde!

Beijão pra você.

redatozim disse...

Beleza, Carol, já comprou o livro da Cris? O lançamento foi bem bacana. Bjo.

Anônimo disse...

tô te devendo nada não, né?

redatozim disse...

só o nome no comentário, anônimo