quarta-feira, novembro 12, 2008

Explicação

Para quem não trabalha com propaganda, ou mais especificamente com criação, vou tentar explicar em poucas linhas o que a gente passa diariamente:

“Olha, adorei esse negócio que você inventou. Chama motocicleta, né? Criativo, diferente, perfeito. Só precisa fazer uma mudancinha, ao invés de duas rodas, coloca quatro e tá legal. Pronto, agora ficou jóia!”


PS – O jurisconsulto Rogério Fernandes é a estrela do blog da Ibô Galeria / Atelier. Quem quiser, confira aqui: Rogério Fernandes na Ibô.




Direto na têmpora: Wrong Way - Sublime

12 comentários:

emmibi disse...

hahahahaahahahahahahaha

CARAMBAAAA

olha meu post que ACABEI de escrever.

que sintonia!!!

redatozim disse...

Sintonia total, emmibi. Você conhece a teoria do suposto saber? Ah, é uma beleza.

Tita disse...

hahahahahah...é...eu trabalho com isso e sei como é...
Acho que já disse eu minha área é produção....aí, vem o cliente e diz.."ficou massa, MAAAAAASSSSSSS"..
ai, ai..esse "maaaassss" me mata! hehehe

redatozim disse...

O "mas" é que arregaça, tita.

ndms disse...

Tudo isso é MARA!!!!!

redatozim disse...

Mara? Não entendi, ndms

Jonga Olivieri disse...

Ossos do ofício. Eu sempre digo que se ganhar uma bolada eu monto uma agência sem clientes... maravilha, né?

Mas, aqui entre nós, emmibi, você tem uns olhos que sai da frente. Auuuuuuuuuuuuuuuuuu!!!

Dom Oliva

redatozim disse...

Acho que nem sem clientes eu animo, don Oliva.

Rubens disse...

A melhor maneira de questionar clientes é devolver a eles esses pitacos na mesma moeda. Claro, tem de fazer isso de forma descontraída, com jeito, mas mostrando a eles que determinados pitacos são ridículos quando comparamos com produtos que eles vendem. Já fiz isso algumas vezes e alguns chegaram a ficar constrangidos.

redatozim disse...

Mas nós nem sempre estamos na reunião, rubéola, aí pega.

ndms disse...

MARA.... abreviatura de MARAVILHA

redatozim disse...

ah, sim, ndms