segunda-feira, novembro 17, 2008

Torcedor de c... é r...

Estava acompanhando essa briga entre os torcedores do Palmeiras e o Luxemburgo no aeroporto e relembrando um conceito que sempre tive na cabeça: cara que vai atrás de jogador (ou técnico) de futebol pra dar porrada é porque não conhece os prazeres do sexo.

Ou de ficar deitado no sofá. Ou de um bom livro. Ou mesmo de rever o jogo pela televisão.

Adoro futebol, mas não cabe na minha cabeça esse tipo de atitude. Primeiro, se o jogador é ruim, a culpa não é dele, é da diretoria que deu o emprego a ele. Demite, caramba. Se o cara sai pra beber à noite e rende em campo, tudo bem. Se não rende, banco ou rua. Por que é que eu vou perder o meu tempo brigando com um cara desses?

Mas, enfim, futebol é paixão. Se bem que eu nunca saí pra dar porrada em alguma paixão minha.




Direto na têmpora: Foux du Fafa - Flight of the Conchords

12 comentários:

Micho en el pais de las maravillas disse...

Estou plenamente de acordo e agradeço a Deus plenamente ser uma pessoa que tem paixão por muitas coisas bem mais bacanas na vida...
Se não fosse assim hoje o Adilson Batista estava presso por bater em mulheres!

redatozim disse...

Micho, o Adilson é um bom exemplo. Eu sou atleticano e adoro as invenções dele na hora de escalar o time do Cruzeiro. Acho divertido mesmo. Agora, se eu fosse cruzeirense ia bater no cara? Não, pô, mas ia torcer pra ele ser demitido e pronto.

ndms disse...

E assim falou ZARATRUSTA!

Sames disse...

Acho que sabendo de tudo isso, meu pai, me fez ser Fluminense. Como todos os anos eu somente sofro com meu o time, acostumei a não ficar bravo ou chateado. E ainda comemoro quando consegue escapar do rebaixamento.
Abraço professor.

redatozim disse...

e assim comentou ndms

redatozim disse...

Ah, samarone, você perdeu o Fluzão da década de 80 com Romerito, Tato, Washington, Branco, Ricardo Gomes, um timaço.

Gi. disse...

Eu sou apaixonada por futebol, sempre fui. Mas concordo com você, quando diz que nunca saiu pra bater em nenhuma paixão. As pessoas confundem discussões entre torcidas (por exemplo) com verdadeiros campos de guerra. E o absurdo maior é quando partem pra cima dos jogadores e dos técnicos, por estarem enfrentando uma má fase. Caramba, todo mundo tem um bad day, eles não são especiais. E se a torcida é tão apaixonada assim, deveria dar apoio, e não jogar pedras.

Mas ainda bem que o meu São Paulo está aí, rumo ao Hexa! \o/

redatozim disse...

Gi, eu me lembro da torcida do São Paulo vaiando o Kaká, por exemplo. Perfeito, tá jogando mal, vaia, xinga, pede pra substituir, torce pra vender. Agora, dar porrada, quebrar carro é coisa de vagabundo.
E realmente vocês é que são felizes, viu? Parabéns pelo título quase inevitável.

dany falabella disse...

a diferença, fino, é que carinha que faz isso tem cérebro atrofiado...gentinha mesmo...seu nível é outro.não dá para comparar...temos só que ter é desprezo por estes caras.

redatozim disse...

pois é, danny, eu consigo pensar em pelo menos 125 mil coisas que eu gostaria mais de fazer do que sair de casa pra bater em técnico de futebol.

Charlene disse...

eu nao sou amante de futebol e meu marido por mais que goste do fluminense, ele nao é viciado em futebol , aqui nos temos a teoria do " se estressar para que se o cara ganha mais do que eu", ele não vai nos dar uma parte do seu rico dinheirinho para brigarmos ou ate mesmo se estressar por eles ... a maioria dos torcedores doentes em meu ponto de vista sao pessoas de baixa instrução em todas as areas... bom ta ai meu ponto de vista ...

redatozim disse...

E tem mais, charlene, o mesmo jogador que você agride hoje é o salvador do seu time amanhã ou muda de clube e você nunca mais vê. Estressar pra quê?