segunda-feira, novembro 10, 2008

Feirão

A reforma no apartamento teve uma peculiaridade: a gente mexeu, mexeu, mexeu e o espaço diminuiu. Bom, o espaço não, mas a quantidade de armários, sim. DEvido a este fato curioso, fiz um saldão aqui na DP e, na parte da manhã, foram embora 18 Archive, um livro do Laerte / Glauco / Angeli e 4 anuários (sobrou 1, por enquanto). Na parte da tarde, trouxe cerca de 100 cds e restam apenas 23 (incluindo Piazzola, Grant Lee Buffalo, Bjork).

Claro que os preços eram simbólicos, mas posso dizer que foi um sucesso. E se sobrar alguma coisa até o fim do dia, coloco à venda aqui no pastelzinho, junto com os copinhos de cachaça (gente, o natal tá chegando) e três móveis (alguém aí separou ou vai mudar?).

No mais, eu adoro essa vida de trocas e vendas pessoais. Se dependesse de mim, poderia ser esse o mercado real. Trocar uma geladeira por uma cama, um tratamento dentário por uma tv, coisas do gênero.

É utopia, claro, mas sempre que faço coisas assim, ainda acho que a gente tem jeitos mais bacanas de consumir e produzir. Mas, enfim, eu sou um velho resmungão.




Direto na têmpora: When Mute Tongues Can Speak – The Posies

12 comentários:

alexandre, o egoísta disse...

se desfazendo de disco, redatozim?

que vergonha.

indamais de disco bacana como grant lee buffalo. se for o fuzzy, é quase pecado fazer isso.

aposto que se tiver slayer o gastão compra.

redatozim disse...

alexandre, tinha muito cd que a Fernanda também tinha, coletâneas e alguns que eu não ouço mais mesmo. Do GLB foram o Copperopolis e o Jubilee. O Fuzzy tá lá em casa, tá pensando o quê?

camila disse...

ê nem conta da grande queima de cds! foi só pro povo da agência?

redatozim disse...

por enquanto sim, camila, mas se vc quiser, te passo a lista pelo email, blz?

Gastão disse...

Redatozim, meu conhecido...

Livro do Laerte... CDs diversos... E você nem avisa do feirão...

Tsc, tsc...

redatozim disse...

Passo a lista por email, Gasta, quer?

Gastão disse...

Uai, até quero.

Mas é claro que o comentário anterior foi uma brincadeira.

Fiquei lembrando de quando eu tive que me desfazer da minha histórica coleção de Playboys e revistas em quadrinhos. Não deu nem tempo de fazer feirão, achei uma loja no centro de BH que comprava tudo a preço honesto.

redatozim disse...

Claro que percebi, Gasta. Ah, sua famosa coleção de Playboy, não sei quanto você pediu, mas foi pouco.

Tita disse...

Pôxa..mas as melhores coisas já zarparam....

redatozim disse...

Muita coisa boa já foi mesmo, tita, mas entre os agora 13 que ficaram tem uns 4 que devo levar de volta com muito prazer, viu?

ndms disse...

Se você tem alguma coisa útil que possamos utilizar no apartamento que alugamos, podemos fazer negocio

redatozim disse...

tem um monte de coisa na casa do diogo, ndms, quem sabe.