quarta-feira, dezembro 03, 2008

Rabanada

Em novembro, estive presente com contos / crônicas / textos em 4 revistas: Nova Escola, Banco Mercantil do Brasil, Shopping Cidade e Alphaville Campinas. Em uma delas, se não me engano a do Cidade, a personagem da minha historinha era louca por rabanada.

E agora, com o natal se aproximando, lembro que existem poucas coisas no mundo melhores do que rabanadas recém-feitas, quentinhas, cobertas de açúcar, enfim, um convite ao prazer e ao colesterol alto.

Sendo assim, abro de público uma medida provisória para o Programa CSN (Cansei de ser Nhonho): em dezembro, sempre que houver a possibilidade de comer rabanadas frescas, o regime fica de altas.

É isso aí, todo homem tem seu preço e o meu é um belo prato de rabanadas, ou um torresmo do Bar da Tia, mas aí já é outra história e outra causa de enfarte.




Direto na têmpora: Your love alone is not enough – Manic Street Preachers

10 comentários:

Micho en el pais de las maravillas disse...

Isto é quase licença poética mestre!

redatozim disse...

risos mas uma licença poética que engorda, infelizmente, micho

Musicolópolis disse...

Recebeu a singela revista, ilustre redatozin?

Abraços e sucesso

redatozim disse...

Brunão, recebi sim. Ia inclusive te mandar um email hoje. Que ilustrador bacana, hein? E a revista como um todo ficou bem legal. Valeu demais. Ah, se precisar de mais algum, é só falar. Abração.

emmibi disse...

A-D-O-R-O rabanada!

Hummm, vou fazer lá em casa no feriadão...

segunda é feriado aqui em Salvador =D

redatozim disse...

É feriado em BH também, emmibi, mas isso não quer dizer absolutamente que eu não tenha que trabalhar =(

danny falabella disse...

eu avisei que é a pior época do ano para ativar o programa CSN..mas vá lá...sei que vc vai gritar altas um monte de vezes este mês! hehehehehhe

redatozim disse...

Pois é, danny, se eu passar bem dessa época, suporto qualquer coisa. Rumo aos dois dígitos!

Adriana disse...

Também não jogo na MegaSena, mas toda vez que tem bolão na Tom eu entro. Ou você acha que eu vou topar o risco de toda a equipe me dar uma banana e me deixar aqui agarrando o touro a unha sozinha?

redatozim disse...

Que nada, Dri, dividindo por tanta gente não dá pra largar o emprego não ;-)