quinta-feira, agosto 07, 2008

Rojas e Possanzini

O vídeo é longo e em espanhol. Foi meu pai quem mandou por email e eu resolvi postar porque lembra, em certa medida, a história de minha bisavó, Augusta Possanzini.

Minha bisa tinha um filho, Osvaldo, internado no Manicômio Judiciário de Franco da Rocha e, toda semana, levava sacolas com frutas, revistas, comidas. Assim foi durante anos, mesmo bastante velhinha. O peso era tão grande que, quando morreu, minha bisavó tinha as palmas das mãos deformadas, viradas para fora.



O mundo está cheio de senhoras Margarita Rojas e Augusta Possanzini. E elas ainda são poucas.




Direto na têmpora: 1, 2, 3 - Camille

6 comentários:

ndms disse...

Obrigado meu filho pela homenagem que faz a essa extraordinarias mulheres, muitas delas, desconhecidas e espalhadas pelo mundo

redatozim disse...

E muitas delas estão mais perto do que imaginamos, ndms.

danny falabella disse...

ai...deu um nozinho na garganta com a historia da sua bisa..

redatozim disse...

eu nem conheci a bisa, mas a história é bacana mesmo.

Maki disse...

Chorei. Literalmente.

redatozim disse...

Esse filme é foda mesmo, Maki. como você mesmo disse, nossa vida é boa pra caralho.