terça-feira, agosto 19, 2008

O vício

Já são mais de 60 horas sem o consumo de refrigerantes cola, mais especificamente Coca Cola Zero.

Dores nas juntas, estado febril e ardência nos olhos (eu disse nos olhos) foram alguns dos sintomas que me acompanharam nas primeiras horas, mas agora eu estou melhor.

Para não ser desonesto, hoje pedi, por puro hábito, uma Coca Cola na hora do almoço e o primeiro gole fez meu estômago doer. Sendo assim, não considero a abstinência interrompida, muito pelo contrário, afinal, já é possível sentir a rejeição do organismo pelo produto.

O tratamento para a cura do vício tem sido feito à base de Guarah, um Trimedal ocasional e ocupar a cabeça com o trabalho. Terei forças para me afastar do doce veneno negro? Poderei viver sem o precioso líquido? Não percam os próximos capítulos dessa história de redenção e cura.




Direto na têmpora: Functional - Thelonious Monk

14 comentários:

raquel disse...

Olá, acho q vc ainda vai se sentir muito bem. Já parei por um tempo, pq eu era viciada em coca light, e foi ótimo, de verdade. Mas acabei não resistindo e voltei, mas em bem menos quantidade e ainda vou parar de vez.
Vou acompanhar aqui pra ver se vc me dá razão...
Ah, adoro o seu blog!

Raquel

danny falabella disse...

força amigo...pelo menos vc detesta o outro liquido preto tb viciante - café.

Lucas Queiroz disse...

Maurilo, eu consegui ficar sem o petróleo correndo por minhas veias durante um ano. Mas hoje em dia as garras do vício me pegaram novamente. Acho que paro de beber álcool mas não paro com a coca...

Carlos Emerson Jr. disse...

Caramba! Por algum motivo que desconheço nunca consegui gostar de refrigerante. Nem socialmente eu bebo.
Dessa estou livre!!!!

alexandre, o ímpio disse...

redatozim, meu velho, tarefa árdua.

desejo-lhe toda sorte na contenda.

redatozim disse...

Meu caro Lucas, não me desanime assim. Vade retro Coca Cola!

redatozim disse...

Que inveja de você, Cejunior, que inveja!

redatozim disse...

Raquel, então você também sofre uma recaída? Aaaaarrrghhhhhh, começo a temer pelo meu futuro. Guarah me dê forças.

redatozim disse...

é verdade, danny, sem café e sem coca viverei uma vida cafeína free.

redatozim disse...

Meu caro alexandre, o pífio, agradeço os bons votos e torço pelo meu sucesso também.

Tainá disse...

pois é... e seu eu te contar que NUNCA bebi coca-cola na vida. na verdade, nenhum refrigerante. e não sei bem porquê. só sei que quando começei a pensar nisso cheguei à conclusão que já que tinha chegado tão longe, não era hora de começar. assim posso tomar café a valer!

redatozim disse...

Ah, tainá, pois eu sou um prisioneiro fugitivo das garras do mel negro.

Mariane (Brasília) disse...

Leio seu blog com certa freqüência, mas tinha uns dias que não entrava aqui.
Resolvi sair do anonimato ao ler essa tentativa de parar de beber Coca, vim dar meu depoimento. Eu, Mariane, 30 anos, sou "Coca-Cólatra". E isso é sério. Comigo, é um dia de cada vez, MESMO. Parei de tomar Coca pq fiz uma promessa há 4 anos, foi super difícil acostumar (eu abria latinha de Coca-Cola pra cheirar, já que tinha prometido não beber, olha que baixo-astral, haha!) Aquele "tss" da garrafa abrindo perto de mim era uma tortura! Mas, depois de 3 anos, eu nem sentia mais falta, até que a promessa acabou e eu voltei com tudo... E quando eu digo com tudo, era tomando Coca até no café da manhã de domingo! Agora, estou me esforçando pra tomar só nos fins-de-semana. Tá difícil, mas já consegui uma vez, né? E olha, no período sem Coca-Cola eu emagreci muito, e minhas celulites diminuíram horrores. Sei que esses argumentos não motivam homem, mas são os meus motivadores no momento, hahaha!
Abraços,

redatozim disse...

Mariane, sabe que tem muita gente que lê o pastelzinho em Brasília? Bom conhecer um de vocês. Agora, eu parei uma vez também com a coca, faz uns 5 anos e voltei de leve, mas no último ano estava realmente exagerando e precisei parar.

Agora, realmente a redução de celulite não me motiva muito a parar não, viu? risos