quinta-feira, agosto 14, 2008

Cara e Coroa

Existe uma teoria que prega que todo profissional de criação deve lançar uma moeda ao alto antes de começar a trabalhar e ver se deu cara ou coroa.

Se der cara, ele deve lembrar que é um ser humano, que tem amor próprio e vergonha na cara e deve brigar contra todos os absurdos e abusos diários para defender sua hombridade (qual será o feminino de hombridade?).

Se der coroa, ele deve lembrar que está ali pra ganhar dinheiro, limitar-se a fazer o que foi pedido sem questionar e nem se esquentar com a quantidade imensa de baboseiras que passam raspando por sua cabeça.

Quinta-feira, véspera de um feriado teórico e eu tiro coroa. Isso não vai prestar.




Direto na têmpora: O meu sangue ferve por você - Sidney Magal

10 comentários:

ndms disse...

Uma pena que as decisões a tomar ( as principais, é lógico )não são tão fáceis assim. Existe muito mais em que pensar que simplesmente aguardar uma cara ou coroa

redatozim disse...

Sei não, ndms, acho que muita coisa a gente complica.

danny falabella disse...

putz...i´m sorry my friend..mas quem sabe a amiga sorte não resolve aparecer? envio-te bons fluidos.

redatozim disse...

A sorte já está comigo, danny, eu tirei coroa, hoje é stress-free-day.

Micho en el pais de las maravillas disse...

Ou vai prestar demais! hehehhehehe.
Eu não tarbalho com criação mesmo assim eu tirei coroa e o dia ta sendo bom demais!!!!!!!!!!

redatozim disse...

hahahaha verdade, micho, tá prestando demais já.

Tainá disse...

bom saber. apesar de tarde. acho que a história da moeda poderia ter me poupado muita coisa...

redatozim disse...

Adote esta idéia, tainá. Vale a pena.

Rubens disse...

Há semanas que só da cara. Outras, só coroa. E tem dia que dá uma vontade louca de cunhar uma moeda com coroa dos dois lados.

redatozim disse...

Lembra da moeda do Harvey Dent no Cavaleiro das Trevas, Rubéola? Tô precisando de uma dessas também.