terça-feira, agosto 26, 2008

O povo gosta é de sacanagem

Vocês, hein, que bando de taradinhos, só porque o post de ontem foi chulo, a visitação do pastelzinho subiu em 25%! Veio gente de Nova Odessa e até de Mônaco (o principado mesmo), só pra ver que sacanagem tava rolando.

Vou te contar, tsc, tsc, cada blog tem os leitores que merece mesmo. Safadinhos...




Direto na têmpora: The Treetops of a Bad Neighborhood - Happy Apple

10 comentários:

ndms disse...

Manda outra!

redatozim disse...

Ora, ndms, vá comprar uma revistinha do Carlos Zéfiro!

Presunto disse...

Cotão, sobre a sua postagem de ontem:

Duas amigas se encontraram num ponto de ônibus:
- E aí, Creuza, porque tu num foi ao pagodi onti?
- Pagodi? Qui pagodi qui nada, Craudete! Eu ônti saí cum branco de fechá o cumercio!
- Tu saiu cum branco? Branco mermo?
- Tô falando, mulé! O nome dele é Célio.O cara tá amarradão na minha figura!
- Me conta isso direito, Creuza! Cumo foi qui tu arranjô essa préula?
- Tudo muito simpres, Craudete. Eu ia passando pela rua, ele se agradou da minha pessoa, puxô cunversa e marcamo pra saí dinoite.
- E onde foi que tu se incontrô com ele?
- Sincontrei? Tu tá doida? O Célio foi me buscá em casa, que ele é um homi muito do fino! Hora marcada! E veio me buscá de carro, minha nega! Eu não deixei por menos e me enfeitei toda, naquele justinho pretinho e dorado. Subi naquele tamanco vermeio e tasquei aqueles brinco pratiado que tu me deu!
- Creuza, tu divia tá um arrazo! Aí cês foram fazê um lanche?
- E tu acha qui o Célio é homi di fazê lanche? Fumo num belo dum restaurante na Zona Sul. Cumi inté camarão, Craudete!
- Tô toda arripiada! E depois, Creuza?
- Depois nós fumo dançá numa buati de crasse. Tiramo aquele sarro! Tomei até uísqui 12 ano! Se esbardei!
- Qui inveja qui eu tô, mulé! Minha Nossa Sora Parecida! Depois oceis foram pro motel,é craro!
- Craro qui não! Não fala bestera, Craudete! É craro qui nós fumo pru
apartamento dele! Qui apê, mulé! Um luxo só! Sabe daqueles sofá que afunda quando agente senta? Pois é!
- Deus seja louvado! E aí, Creuza? Já tô ficando toda impipocada!
- Bom, aí nós cumeçamo a namorá. Beijo pra lá, beijo pra cá. Fumo tirando a rôpa... E aí ele pediu preu pegá o pênis dele!
- Péra aí, Creuza! Pênis? Qui diabo é isso?
- Pôrra, Craudete, como tu é inguinorante! É o mesmo qui caraio, só que émais branquinho, mais molinho e mais menor!!!

redatozim disse...

Muito preconceituoso, presunto, mas muito bom.

danny falabella disse...

eu, como tenho a fama não muito boa no quesito falar baixaria, não posso fazer meu apelo para que: SIM, FAVOR POSTAR MAIS COISAS CHULAS!!!!...hhehehheeh Aí, para equilibrar, entre muitos posts chulos, muitos engraçados, bastante interessantes, você coloca alguns bem, mas bem cabeça.

redatozim disse...

hahahahaha vou ver se lembro de alguma, danny, pode deixar

Micho en el pais de las maravillas disse...

More and More!

redatozim disse...

hehehee insaciável você, micho.

danny falabella disse...

depois que li a piadinha do Presunto me lembrei de uma que até usei num trabalho de pós na fumec..o tema, obvio era marcas mas aqui no seu post a coisa é outra..hehe lá vai, talvez vc conheça;
DIÁRIO DE UMA DOMÉSTICA
>
> Hoje de manhã eu fui à feira.
> Antes de sair, meu patrão me pediu pra eu trazer figo.
> Aí eu perguntei:
> - Figo fruta ou bife de figo?
> O homem ficou uma fera ! Gente fina, seu Adamastor, num ligo não. Ele tem sistema nervoso. Também, com um emprego chato daqueles, vou te contar:
> Ele é Fiscal de Receita. Deve ser um saco ficar conferindo receita de médico o dia inteiro.
> Depois chegou o Adamastorzinho, o filho mais novo deles. Acabou de ganhar um carro todo equipado. Tem roda de maionese, farol de pilha, teto ensolarado e trio elétrico. Não sei porque trio elétrico num carro.Deve ser porque ele gosta de música baiana.
> Ingrato esse Adamastorzinho. Fiz a comida preferida dele e ele ainda me chamou de burra.
> Eu disse, toda boba, quando ele chegou:
> - Adamastorzinho, divinha a comida que eu fiz procê?
> - Qual, Creusa?
> - Começa com 'I'...- 'I'???
> - É,iiiiiii!!!-..... não sei.- Pensa: iiiiiiiii
> - Huuuummm, desisto.
> - Instronogofe!!!
> Aproveitando a ausência dos patrões, Creusa pega o telefone e fofoca com a amiga Craudete:
> - Cê num sabe da úrtima? Eu discubri que aqui nessa mansão que eu trabaio é tudo fachada!
> - Como assim, Creusa? pergunta a colega, confusa.
> - Nada aqui é dos patrão! Tudo é imprestado! TUDO! Cê cridita numa coisa dessas?
> Óia só: - a rôpa que o patrão usa é dum tal de Armani... A gravata é dum tal de Piérr Cardã... O carro é duma tal de Mercedes...nadica de nada é deles!
> - Nooooossa, que pobreza!
> - E, além de pobre, eles são muito izibido!
> - Imagina que ôtro dia eu escutei o patrão no telefone falano que tinha um Picasso...
> - E tem não?
> - Tem nada,fia.. é piquiniiiinho de dá inté dó!

redatozim disse...

Minha única dúvida é, como você conseguiu usar isso num trabalho de pós, danny? risos