segunda-feira, agosto 04, 2008

Os sete pecados e o redatozim

OS SETE PECADOS E EU

Preguiça: taí um pecado que exerço pouco, talvez mesmo por preguiça. Fernanda diz que eu não paro quieto, e é até verdade, mas nunca é por vontade de trabalhar. A verdade é que talvez eu seja mais vagabundo (no sentido de odiar o trabalho) do que preguiçoso, daqueles que ficam plastando na cama e não se interessam por nada. Desde já proponho a substituição da preguiça pela vagabundagem como um dos sete pecados do redatozim.

Gula: esse eu vou com gosto, pode perguntar pra balança lá de casa. Falou que é chocolate, doce ou tem gordura eu peco com vontade. Saudades da Doces de Portugal, putz!

Luxúria: já não sou mais luxurioso como antigamente. Culpa da sophia, mas enfim, vamos mudar de assunto.

Cobiça: nunca foi meu forte. Aliás, ganância e cobiça são meio o oposto do meu estilo. Topo todos os freelas que aparecem? Sim. Corro atrás? DEfinitivamente, não.

Ira: sempre em curtos períodos de tempo, mas com uma boa freqüência eu exerço a tal ira. Agora menos, mas sei que ela está aí, esperando pra estourar. Em raros e merecidos casos, no entanto, a ira se transforma em rancor e é aí que a coisa fica interessante de verdade.

Vaidade: hahahahahahahaha próximo...

Inveja: nunca tive muita. Nem inveja e nem ciúme, pra ser sincero. Mas se é um dos sete, a gente coloca aqui.




EU E MEUS SETE PECADOS

Vagabundagem: passaria a vida inteira sem trabalhar fácil, fácil. Para mais explicações, veja acima no item "preguiça".

Gula: veja acima no item "gula".

Egoísmo: detesto que mexam nas minhas coisas, detesto emprestar, detesto alugar. É meu e tira o zói.

Desleixo: até que cuido bem dos outros, mas comigo eu não me importo muito não. É pecado?

Destemperança: melhor do que ira. Não sou irado, sou destemperado. Tá nervosa, santa?

Sarcasmo: perco o amigo, mas não perco a piada. Falo muito, sem pensar, magôo, critico, muitas vezes sou cruel, outras tantas, escroto. Enfim, um doce.

Impaciência: com os outros, com os problemas dos outros, com as dificuldades dos outros, com as dúvidas dos outros, com quem eu gosto, com quem eu não gosto, com quem gosta de mim e até comigo.




Direto na têmpora: Jeremy - Pearl Jam

10 comentários:

ndms disse...

Com a vivencia, tudo vai sendo controlado, tanto os excesos como a falta

redatozim disse...

Verdade, ndms, se bem que um desequilibriozinho sempre é bom para manter o tempero da vida.

Isabela disse...

Adorei o pecado da vagabundagem. É sem duvida uma ótima releitura do pecado da preguiça! To contigo!

redatozim disse...

Percebeu a diferença, isa, hein, hein?

Ilda disse...

Quase um santo vc!!! KKKKKK, mas na destemperança somos bem parecidos, se bem que depois que tive a Laura dei uma maneirada no pecado.

redatozim disse...

Ah, Ilda, pois eu, depois da Sophia ando com a destemperança à flor da pele. Mas acho que é só cansaço mesmo.

danny falabella disse...

brilhante!adorei isso...me encaixo num bocado de pecado aí..hehehe mas o mais legal é a luxuria...nossa realidade! hahaha

redatozim disse...

saudades da luxúria, danny aiai

Rubens disse...

Pô my friend, me empresta um CDzinho aí, vai.

redatozim disse...

Nemfu, mas nemfu mesmo, rubéola.