segunda-feira, setembro 18, 2006

Aos pais

O milagre se fez carne em tua barriga.
Em breve irá chorar.
Trará consigo fezes, urina e a imensa esperança
de que sejamos melhores do que até hoje ousamos ser.
Nos provará frágeis e assim nos tornará gigantes.
De fruto far-se-á árvore.
E desse milagre brotaremos.
Novos, outros, nós.

(Alberto Guiñazú)




Direto na têmpora: O que eu procuro - Trinidad

2 comentários:

Meuamigomyfriend disse...

Quem é pai recente compreende a beleza desses versos. Mandou bem, Maurilão.

redatozim disse...

Valeu, Rubéola. Arranjas um patrocinador pro livro de poemas?