quinta-feira, outubro 16, 2008

Casamento

Parei de sentir os meus braços.
Assim que te vi, parei de senti-los.
Por que os braços?
Queria balançá-los loucamente, na frente de todos, para saber se eles ainda estavam lá, se ainda funcionavam.
Não fiz isso.
Só te olhei.
Lembro que seu pescoço era longo, que seu vestido era branco e que seu sorriso era o mundo.
Suas mãos tremiam quando te toquei.
E soube que seria seu pra sempre.




Direto na têmpora: The Friendly Beasts – Sufjan Stevens

11 comentários:

Micho en el pais de las maravillas disse...

Que lindo! que lindo!

redatozim disse...

True story, micho.

Micho en el pais de las maravillas disse...

mais lindo ainda

Jonga Olivieri disse...

Também acho...

danny falabella disse...

tanto tempo que vc não escrevia este tipo de post! Tava fazendo falta. adorei.

redatozim disse...

Valeu, Oliva.

redatozim disse...

Obrigado, danny, post assim tem que ser homeopático, senão a patroa acostuma rs

ndms disse...

Realmente, um lindo texto narrando uma historia muito feliz.... uma linda mulher, um homem bom e íntegro

redatozim disse...

Você é suspeito, ndms, mas muito obrigado.

Tita disse...

Nooooooooossaaaaa...
arrasou!

redatozim disse...

sempre é bom ganhar pontos com a patroa, tita ;-)