segunda-feira, outubro 15, 2007

Café

Eu queria tomar café. De quem gosta de cigarro não tenho inveja, nem de quem gosta de frango ou de feijão, mas das coisas que eu não gosto, café é a que eu tinha vontade de gostar.

Por exemplo, “vamos tomar um cafezinho” nunca quer dizer “vamos tomar um cafezinho” pra mim. Quer dizer “vamos bater um papo”, “vamos sentar ali um pouquinho”, “vamos dar uma pausa”, enfim, tudo menos “vamos tomar um cafezinho”.

Eu nunca aceito um cafezinho e a conta, eu nunca tomo um “pingado”, eu raspo o café de cima do tiramissú, eu usei canequinha esmaltada pouquíssimas vezes, eu escolho cuidadosamente as balinhas de troco pra não de pegar as de café. Pra ficar acordado até mais tarde, tem que ter outra receita. Quando o Chico Buarque canta “e me beija com a boca de café" eu até entendo a letra, mas só na teoria. No frio eu tenho que tomar é cachaça. E o pior, é que eu simplesmente adoro o cheiro de café.

Hoje eu queria muito mesmo gostar de café.




Direto na têmpora: Every little thing she does is magic – The Police

18 comentários:

Liene Maciel disse...

É tudo uma questão de se acostumar com o gosto - já que o cheiro ninguém discute. Passei a tomar café tem pouco mais de um ano, mas fico no expresso que tem sabor mais forte, de café de verdade.

Redatozim disse...

É só vontade, Liene, depois passa. Se eu for me forçar a alguma coisa, acho que vou preferir a couve-de-bruxelas, que é melhor para a saúde.

Rubens disse...

Café não me faz muito bem. De fato, cafeína é ruim pra minha úlcera (putz, que papo de velho...). Por isso desenvolvi o gosto pelo cheiro do café. Acho melhor do que o próprio café. Faço ritual para cheirá-lo, chego até a bochechar o aroma. Mas nada disso consegue saciar o desejo de uma golada. Para amenizar, comecei a tomar capuccino descafeinado. Me surpreendeu: é bem gostoso.

Jonga Olivieri disse...

Sou viciado em café.
Quando trabalho então... é um atrás do outro, e atrás do outro, e... sem parar.
Mas, olha. Digo de cadeira. Adoro café, mas uma boa cana (principalmente uma boa do norte de Minas), não tem igual.
Continua pisando firme. E pode experimentar a Couve de Bruxelas.
É que nem mulher baixinha. Além de bonitinha é gostosa demais.

Redatozim disse...

O cheiro é demais, Rubéola. Se for coado na hora, então... hhmmmmmm. Agora, beber não tem jeito. Que inveja de vocês que gostam.

Redatozim disse...

Sem comparação, Don Oliva, uma branquinha é melhor do que quase tudo. A couve-de-bruxelas eu deixo pra você. Já comi e (novidade) não gostei.

Danny disse...

gente eu não sou um ET sozinho neste mundo!!! Maurilio, faço das suas palavras as minhas!!juro que eu já tentei gostar..eu juro..mas só fica no cheiro...

Redatozim disse...

Ah, Danny, nós, pessoas de fino paladar e olfato refinado não bebemos qualquer coisa não. Desculpem, bebedores de café, mas sofisticação assim não é mesmo comum.

Sumire disse...

Bom, Maurilo, não posso evitar fazer um comentário de paulista... rs...
É realmente incrível um mineiro que recuse um "cafezim"... rs...
É brincadeira, viu? Pq eu adoro o sotaque dos amigos mineiros... rs...

Cejunior disse...

Cheiro de café é muito bom! Só perde pro gosto de café, que é uma delícia!
Mas minha mulher também é assim: só chega perto do cheiro e olhe lá!
O mais engraçado é que um de nossos melhores amigos lá de Nova Friburgo é o xará Júnior, que é dono do Grão Café, um café prá lá de legal.
Ou seja, fica o pobre do Jr. arranjando mate, água, suquinho porque a Fafá não tolera café!!!! E ainda tem a cara de pau de falar, na frente de toda a freguesia, que não gosta de café...
rsrsrsr
Um abração.

Frederico Tavares(seu colega do Loyola) disse...

Que isso amigo, não sinta inveja. Toma sua branquinha no frio.
Pior sou eu que não suporto nem o cheiro do café e sou casado com a filha de um plantador de café.
vou pagar meus pecados nesse mundo mesmo.
abraços.

Redatozim disse...

Pois é, Su, pior mesmo só se eu fosse igual ao meu irmão, que é mineiro e detesta queijo! Por falar nisso, e sua mãe, não tem lanchinho pra mandar pra gente não? risos

Redatozim disse...

Cejunior, eu já atendi a uma conta de um café gourmet, exportado pro mundo inteiro, coisa finíssima. Fui visitar a fazenda em Pium-i e os caras me chamaram pra fazer uma degustação. Quando eu disse que não tomava café, quase perdi meu freela. A sorte foi que falei que só assim poderia ser isento e blablabla e os caras engoliram.

Redatozim disse...

É, Fred, aí fica difícil. Pena que meu sogro não é plantador de cana, isso sim seria o paraíso.

Adriana disse...

Pois eu invejo quem gosta de cerveja.

Gláucio disse...

Café é coisa linda de meu Deus.

Redatozim disse...

É, cerveja tem um clima bom mesmo de beber. Mas é inveja boa, né, Dri?

Redatozim disse...

Café, guaraná e açaí, aposto que você não dorme nem uma hora por noite, Glauquito.