quinta-feira, outubro 18, 2007

Tietagem

Estive ontem em São Paulo, na Fenatran 2007, para acompanhar o estande da Iveco e fazer um benchmark. Tudo muito legal, um grande sucesso, mas o chato mesmo é a tietagem. Abaixo vocês verão o momento em que eu, tranqüilamente tirando uma foto, sou abordado por uma fã afoita em busca de memórias ao meu lado. Na segunda foto não é difícil notar minha expressão contrariada diante do assédio. Simplesmente triste.


Em frente ao Iveco Stralis, segundos antes de ser abordado pela tiete inconveniente.



O instante do ataque. Sai de mim, Ellen Roche, que eu sou (muito bem) casado.




Direto na têmpora: Underwater Love - Faith No More

8 comentários:

Gláucio disse...

E ela nem teve vergonha de tirar a foto com alguém com uma bolsa dessas... como ela é gente fina. (eu teria).

A pergunta colegial que sempre deve ser feita: "tinha pra homem"?

don oliva disse...

É, amigo... da próxima vez me dá uma procuração para receber as suas "fãs"... hehehe

Redatozim disse...

Pô, glauquito, segue a resposta colegial básica: "pergunta pra sua mãe, foi ela quem deu pra mim". Sem rancores?

Redatozim disse...

Repasso assim que chegar a próxima, Don Oliva risos

Zé disse...

Outra resposta colegial básica para "tinha pra homem?", mais delicada e que não envolve a mãe:
Porque? Você tá querendo comprar pro seu?

Além disso, meu caro Maurilo, não posso deixar de fazer duas perguntas a respeito da foto:

1. O tremor observado na foto se deve ao fotógrafo ou à emoção do fotografado?
2. Este olhar cabisbaixo e pensativo. Fala sério, você estava se lembrando da última partida do Boston Red Sox pra afugentar os maus pensamentos?

Redatozim disse...

Zé Carlos, fico feliz que você tenha feitos essas questões e respondo prontamente:

1) Como o fotógrafo foi o honorável Maki sangawa, acredito que o tremor da foto tenha sido pelo sacode que a loirinha me deu, tentando me demover de minhas convicções matrimoniais.

2) O olhar era de pena da garota, desesperada a ponto de se atirar aos pés de um homem comum enquanto este passeava tranqüilamente pelo evento.

Esperando ter dirimido todas as dúvidas despeço-me, Maurilo Andreas, um seu criado.

NDMS disse...

É cara, você está bem nas fotos. Sucesso para você. No entanto, devo confessar: Eu sou muito mais a Fernanda

Redatozim disse...

Eu também, uai.