quarta-feira, outubro 31, 2007

Alcagüete

Sophia tem um caderninho onde as educadoras sempre mandam notícias do dia dela na escola, dizendo se comeu bem, quantas vezes fez xixi ou cocô, do que brincou, etc. Um dia desses chega a seguinte mensagem no caderninho: "Durante uma discussão um coleguinha mordeu a perna da Sophia. Conversamos e ficou tudo bem".

A escolha da palavra "coleguinha" é, claramente, uma forma de preservar a identidade da outra criança, evitando que os pais criem birra, reclamem com os outros pai e coisas do gênero, mesmo sabendo que mordidas e tapas são comuns entre crianças dessa idade.

Ao ler aquilo, perguntei logo à Sophia "morderam a perna da Sophia?" Ela então acena positivamente com a cabeça e responde na bucha, estragando o segredo bem guardado pelas educadoras: "Mordeu. Não pode, Ana, não pode".

Ah, como é bom criar uma dedo-duro em casa.




Direto na têmpora: Quizás, quizás, quizás - Nat King Cole

10 comentários:

don oliva disse...

Marcou. Definitivamente a tal mordida doeu... tanto que ela não esqueceu o nome da autora da façanha.
Vai ver tem "namoradinho" no meio, hem?
Ciuminho, coisa e tal...

Redatozim disse...

Perdeu o medo de morrer, rapaz?

don oliva disse...

Ué, mas que pai mais machão! Eu hem! A menina é bonitinha, encantou o coração de algum garotinho de quem a Ana gosta muito.
Daí a mordida.
É isso aí...

Redatozim disse...

Namorado só depois dos 35 e olhe lá. E quem é esse garotinho? O que mais você sabe? Passa o serviço, elemento, que eu sangro o cabra (ou cabritinho, no caso).

ndms disse...

Eu gostaria viver o suficiente para ver Sophia apresentando o seu namorado para o redatorzim e, êle, sem saber o que dizer ao tipo, simplesmente ficará parado, olhando, engulindo seco, enfim, sem ação. Contudo, inteligente que é, saberá que o melhor será ficar amigo do " cara " e, porque não, paparicar-lo

Redatozim disse...

Resposta 1: você provavelemnte viverá o suficiente pra ver este momento.

Resposta 2: Você também poderá acompanhar a surra que se seguirá ao fato (no moleque, não na sophia).

Resposta 3: pra quem teve 3 filhos e nenhuma filha é fácil falar, né sr. NDMS?

Maria Luiza Pedrosa disse...

hahahaha
Tô lendo a discussão aqui e morrendo de rir... me lembro do primeiro namorado que levei em casa (aos 18 anos!) e meu pai nem prcisou botar o coitado pra correr, meu irmão mais velho fez isso antes dele chegar à sala! Como sofri naquele dia e odiei meu irmão e mais ainda meu pai que no final da história deu toda razão pra quem? Pro meu irmão, claro! Vou ter que bater uns papos com a Sophia quando chegar a hora dela... rsrs

Redatozim disse...

Parabéns aos seu pai e seu irmão. Um exemplo a ser seguido!

Danny Falabella disse...

gente, vai rolar namorado?..achei que iam colocá-la no convento das irmãs carmelitas descalças...ta vendo?...com jeitinho Sophia vai dobrar o pai machão! heheheheE quanto a mordida é assim mesmo..eles dedam geral! haha inclusive quando eles mesmo mordem..."mamãe, hoje eu 'mordei' o Antônio."

Redatozim disse...

Lógico que não vai rolar namorado, Danny, loucura desse povo. O claustro das carmelitas tá reservadinho.