terça-feira, janeiro 23, 2007

Fator Cola

Meu pai foi professor de Física e, segundo me contam alguns ex-alunos que encontro por aí, dos bons. Mas pra mim sua grande invenção dentro da sala de aula foi o Fator Cola.
O Fator Cola consiste em transformar o ato de colar em um prejuízo para toda a turma, transformando os colegas em uma verdadeira milícia de fiscalização durante a prova. Funcionava assim: ao ver alguém colando o professor avisava a todos que, devido ao Fator Cola, a nota máxima na prova que valia 10 era a partir daquele momento 9,5. Nova trapaça de algum aluno e o Fator Cola fazia a nota máxima cair para 9 e assim por diante.
Pois eu recomendo veementemente a adaptação do Fator Cola às relações pessoais. Seria, na falta de nome melhor, o Fator Bosta. Gosta do Xandy? Sua nota máxima como pessoa pra mim já é no máximo 9 em 10. Não interessa se torce pro mesmo time, se salvou milhares de vidas na guerra, se é praticamente um gênio. Gostou do Xandy é um ponto a menos pelo Fator Bosta. Sem direito a apelação.
Claro que a aplicação do Fator Bosta varia de pessoa para pessoa, mas eu, como criador do conceito, permito-me listar alguns itens que deveriam constar em todas as avaliações que sigam o FB:
- ser fã e/ou achar o Xandy lindo (-1);
- despedir-se dos outros mandando "um beijo no coração" (-1)
- achar a Gabriela Duarte uma gracinha (-3)
- escrever "deixa a vida mim levar" (-7).
Vai por mim, com o FB vai ser muito mais fácil rankear e escolher suas amizades.




Direto na têmpora: Beyond the sea - Bobby Darin

11 comentários:

zega disse...

essa coisa de beijo no coração dá é uma puta aflição, “nada haver” (essa é de dar dó também).
então... bejo na bunda e até segunda.

Redatozim disse...

Nossa, "nada haver" é foda. Tem um chegado meu que quando recebe umas msgs dessas em chat simplesmente desconecta.

oliva disse...

Haverá haver?
Nunca houve haver. Nada a ver mesmo!
Quanto a Xandy, nunca haverá porque nunca houve.
Concordo com o reciocínio do seu pai. E digo mais: tem muito mais gente neste submundo "cultural" (?) que vivemos que merece uma redução de pontos.
Ai que saudades da Bossa Nova, do Tom. O Jobim...

heleninha disse...

Beijo no coração é péssimo. "Agente" no sentido "se agente fosse ali..." também é terrível.

Redatozim disse...

Aí deveria ter um fator que soma, Oliva. Conhece bem a obra do Tom? +1.

Redatozim disse...

Putz, heleninha, esse mata mesmo. É impressionante como o povo tem desaprendido a escrever. Bom, "agente" se fala.

roger disse...

mm, e quanto vale o fb para quem gosta do marquinhos moura, biafra e ovelha?

Redatozim disse...

Ora, Menino Monstro, Markinhos Moura, Biafra e Ovelha são gênios incompreendidos. Pra eles é FC, significando Fator Cool. O Dalto, por exemplo, gera instantaneamente um Fator Cool + 6 em qualquer um que o ouça.

Turca disse...

Com quanto passa no FB? Nota 4 ou nota 7? Porque sendo assim, tem gente que não passa nem colando...
Minha lista seria mais ou menos assim:
-Curte som brega: -10
-Veste-se só com marcas: -3 (porque não deixa dinheiro para "mim" gastar)
-Arrota: -2
-Coça os países baixos em público: -6
-Solta um pum: aí a escala pode variar dependendo do lugar. Se for debaixo do edredom pode valer -8, e se fizer ondinha com o lençol -10. Se o vento levar, melhor. Nesse caso não tem pontos descontados.
-Tem erros ortográficos constantemente, escrevendo "trabalhar edifício" quando quer dizer "trabalhar é difícil", ou "voçê", é um -10 e uma passagem de volta para a escola elementar.

Mas de qualquer jeito precisamos fazer uma diferença entre um "caso" e um "marido". De um caso eu ficaria a observar todos esses detalhes. De marido não, porque por alguma estranha razão o casamento deixa a gente além do bem e do mal...
Bjo!!!
Analia

Anônimo disse...

Amar o bob esponja: -1.000.000!!!! Rs...rs...

Redatozim disse...

Ô, anonymous, eu gosto de Bob Esponja, pô! Sacanagem...
E Anália, vou te falar um negócio, tem cada coisa que dá pra entrar nessa lista que eu vou te falar. O Seinfeld, por exemplo, já terminou com uma garota porque ela comia uma ervilha de cada vez. Pra ele, era FB -10. E o ser humano tem dessas coisas mesmo, umas implicanciazinhas que parecem bobagens pra um mas são vida ou morte pra gente.