segunda-feira, agosto 27, 2007

Parque Guanabara

Entrada franca e apenas R$ 2,00 por brinquedo, menos a Monga que é R$ 3,00 e que, pensando bem, não é brinquedo e sim um espetáculo ilusio-artístico-cultural. Ah, na verdade os R$ 2,00 são para a criança, já que o adulto que acompanha não paga. Para completar o passeio, saboreamos ainda deliciosos churros.
É, o Parque Guanabara continua um lugar do caramba para os pequenos. A Sophia adorou e eu muito mais.




Direto na têmpora: Carta do Marquês – Último Número

4 comentários:

Jonga Olivieri disse...

Onde é? E dizer que eu morei aí em Beagá e não conheço este parque! Ou será que é aquele na Pampulha, atrás do Mangueiras (ainda existe?). Neste caso, eu sei qual é...
"Don" Oliva

Redatozim disse...

Exatamente esse, Don Oliva. A última vez que havia ido lá faz 8 anos, mas continua do mesmo jeitinho (ouso dizer, melhor.

Rubens disse...

Há poucos anos levei minha filhota num aniversário no Guanabara. Foi um barato relembrar meus tempos de infância e revisitar as memórias de meu pai tomando um chopinho no Mangueiras enquanto a gente andava de Geterama (lembra? aqueles carrinhos de verdade que andavam numa pista de asfalto, simulando uma corrida). Mas quando entrei na churrascaria e vi um dos velhos carrinhos tromba-tromba exposto como num museu, confesso que meu coração lacrimejou. Ele continua lindo, tal qual nas minhas lembranças de menino.

Redatozim disse...

Como não passei minha infância aqui, tenho uma relação menos emocional com o guanabara. Não me lembro, por exemplo, do Geterama, mas adoro parques de diversão e se algum dia o Tívoli (do Rio, não da Dinamarca) voltar, quero estar na reinauguração com a Sophia.