quarta-feira, agosto 01, 2007

Dupla identidade

Lembrei hoje de um caso bobo que vivo contando pros outros, mas que nunca tinha postado aqui. Estava eu a garimpar discos na Galeria do Rock quando, ao entrar em uma lojinha, reparo que o vendedor parece familiar.

"Cara, não sei se já te falaram mas você é igualzinho ao Clemente dos Inocentes."
"Eu SOU o Clemente dos Inocentes."
"Ah, então é por isso que parece tanto."

Depois disso ficamos conversando sobre um show que ele havia dado em Ipatinga no ano de 86, o famoso Uai 2 (não me pergunte onde foi o 1) que contou com Lobão, Titãs, RPM e outras grandes bandas da época. O show dos Inocentes rolou às 5h da matina debaixo de um toró inclemente (sem trocadilhos) e com um máximo de 20 espectadores, sendo que eu era um deles.

Enfim, a gente tem dessas coisas, achar que só porque o cara faz músicas de que você gosta não precisa de um emprego. E enquanto o Clemente rala na sua lojinha, o Alexandre Pires segue cada vez mais rico. Bah!


Clemente, vocalista / guitarrista / balconista fazendo cara de mau.




Direto na têmpora: First drag of the day - Bob Mould

2 comentários:

ML disse...

Meu irmão tb é do rock; há muuuuuuito tempo atrás minha mãe foi à cogumelo comprar um LP pra ele de aniversário:
-Moço, vc tem o disco da Margarete?
-Hein???
-Margarete, de rock, pro meu filho de 17 anos...
-Ah, Mega Death...
A gente zoa mamãe até hj por isso!

Redatozim disse...

hahaha mas margarete com megadeath é bom demais. Eu inclusive assisti a um show deles no Monsters of Rock em São Paulo, mas isso já é outra história.