sexta-feira, abril 29, 2011

Os brinquedos

Mais uma historinha "orientada" pelos meninos da AURA.


Eram três amigos bem diferentes
Amigos de verdade, do coração
Espertos, fortes e inteligentes
Um ogro, um burro e um dragão

Você deve estar pensando
“Eu conheço esse esquema,
Eu conheço esse bando
Eles são do cinema”

Mas fique bem atento
Ao que eu vou te dizer
Espere um momento
Que eu vou esclarecer

Esse trio estranho do qual eu falei
Não é do Shrek e nem é da Fiona
Aqui não tem bruxa, aqui não tem rei
Também não tem gato com uma botona

Estes três amigos moram em outro lugar
Um quarto quentinho de um menino sardento
E ficam quietinhos se ele acordar
Guardados no canto de um apartamento

Mas quando o garoto entra em sono profundo
Eles correm e vivem milhões de aventuras
Não são mais bonecos, são donos do mundo
São seres bem vivos, imortais criaturas

Por isso, não trate tão mal seus brinquedos
Não deixe a boneca e o carrinho jogados
Pois cada um deles tem seus segredos
E você não vai querer que eles fiquem zangados





Direto na têmpora: Told you so - The Guggenheim Grotto

6 comentários:

Mariella disse...

Lindo, adorei. Abraço.

Facundo disse...

Muuuuuito bom!!!!

É, se os brinquedos tiverem mesmo toda essa vitalidade descrita, acho que quando criança fui o Hitler...

redatozim disse...

Valeu, Mariella. Beijo.

redatozim disse...

Eu era um ditador bonzinho, um déspota esclarecido, Facundo.

Mariana disse...

Boa para contar para a Ana Luiza. Sempre digo para ela que os brinquedos gostam mais das crianças que não tem brinquedo porque são mais cuidadosas com o pouco que tem.
Abraços

redatozim disse...

Isso é a mais pura verdade, Mariana. Tomara que a Ana Luiza goste.