domingo, abril 17, 2011

Professora Sophia

Eu falo pra caramba e quem me conhece sabe que dizer isso é dizer pouco pro tanto que eu tagarelo. Obviamente, minha Sophia recebeu essa herança genética mas, de alguma maneira, elevou o falatório descontrolado à décima potência.

Às vezes ela entra em um frenesi de palavrório que nos deixa (e a ela também) exaustos após tamanha enxurrada.

Pois hoje voltando do teatro para casa, minha Sophia iniciou uma aula sobre os antílopes.

- Os antílopes são antigos barcos do oeste que andam pelo deserto...

E partindo da absurda premissa desandou a inventar histórias que envolviam, além dos supracitados antílopes, os egípcios, diversos personagens com vozes diferentes e uma centena de exclamações e trechos de músicas inventadas.

De repente a baixinha estancou a avalanche, interrompeu o fluxo e me perguntou com leve curiosidade.

- Eu estava falando do quê mesmo?




Direto na têmpora: Hands Off She's Mine - The English Beat

12 comentários:

PC disse...

De cíclopes, ora.
Aqueles barcos do Sahara, os cíclopes.

Ana Lúcia disse...

Morri de tanto rir!

Flowers disse...

Ótima estratégia pra ver se os aluno Maurilo estava prestando memso atenção na aula...hahaha

Mariana disse...

Ah, que linda!!!! Como eu amo essas mentes férteis, cheias de possibilidades... Nelas, tudo que se planta dá e até o que não se planta! Qual o problema dos antílopes serem os antigos barcos do oeste que andam pelo deserto? Tudo pode! E dá-lhe imaginação... É uma contadora de histórias na sua forma mais pura! Agora, perder o fio da meada foi ainda mais lindo - expressão da mais pura liberdade criativa! Isso aí, Sophia, esse é o caminho para se tornar uma grande escritora!!!
Amei degustar esse pastelzinho.... Voltarei mais vezes!
Abração, Maurilo.
Mariana (nem sei se vai lembrar - ex-secretária da Domínio Público - e lá se vão vários anos...rs)

redatozim disse...

Eu nem tento entender, PC, eu só fico rindo.

redatozim disse...

Eu também, Ana Lúcia.

redatozim disse...

Que nada, Flowers, pra ela basta a atenção dela mesma e tá valendo.

redatozim disse...

Lembro sim, Mariana! Volte sempre e tomara que seu desejo de ver Sophia sendo uma grande escritora se realize.

Sakana-san disse...

Ela estava falando de escaravelhos que eram enterrados com as múmias do Egito!

redatozim disse...

Se ela falar que é isso eu acredito, Sakana-san.

Mariana disse...

Igualzinha a Ana Luiza. Fala tanto, tanto e tanto que no final até ela não sabe dizer sobre o que está falando. So que no meu caso, a genética não veio de mim. Sou muito calada.
O próximo post, da leitura, também serve para nós. Ela também já está lendo!!! É muito emocionante cada descoberta, cada frase... ver o olhinho brilhando depois de descobrir o que os símbolos estão "dizendo".

redatozim disse...

Essa fase da leitura é linda demais, Mariana. Tô adorando.