segunda-feira, abril 11, 2011

Para um amigo

O problema não é, embora pareça, que tudo na vida tenha um fim.

A questão é que o fim nem sempre é direto, nem sempre é claro, nem sempre simplesmente acontece, mas tergiversa, machuca, se alonga, faz crescer começo e meio onde deveria haver apenas o basta.

O terminar assim dói mais, exige mais e demanda de nós mais do que podemos oferecer. O fim torna-se, assim, fim também de algo em nós mesmos. E ainda assim é preciso continuar.

Muita força, amigo.




Direto na têmpora: The only moment we were alone - Explosions In The Sky

6 comentários:

A. disse...

lindo isso.

redatozim disse...

obrigado, A., queria que fosse um post mais pra cima.

Sakana-san disse...

Algum amigo faleceu? :(

redatozim disse...

problemas de doença na família de um amigo, Sakana-san.

Danuza Falabella disse...

me tocou. não sei quem é, do que se trata, mas que estas pessoas tenham alivio em suas vidas.

redatozim disse...

estamos todos torcendo, danny