segunda-feira, junho 01, 2009

NBA, Roland Garros e a Copa do Mundo

Eu sei, eu sei, ninguém liga para a NBA. Bom, eu ligo. E o James, o Ronan Sato, o Gui de Deus e o Raphael Crespo, mas acho que mais ninguém.

O fato é que eu queria ver LeBron James e Kobe Bryant na final da NBA e, mais do que isso, o Cleveland, depois da saída do Boston, era o time da minha torcida: tinha um grande jogador, era capaz de bater os Lakers e contava ainda com um brasileiro esforçado.

Ia tudo muito bem até que, perdendo por 2 a 1 a série, o Mo Williams (jogador do Cleveland) afirma que eles são o melhor time do basquete e que vão eliminar o Orlando.

Pra mim, jogador que garante uma vitória é burro. E pedante. E desrespeitoso com o adversário. A partir daí comecei a torcer pro Orlando e agora só posso esperar que Dwight Howard encarne o Superman, que a chuva de 3 pontos caia e que o Magic leve o título. É improvável, mas foi o que me restou.

Em Roland Garros, Rafael Nadal era imbatível. E perdeu. Federer tinha a grande chance de sua vida de igualar o recorde de Pete Sampras e de vencer o Grand Slam da França pela primeira vez, completando sua coleção com os quatro títulos mais importantes do tênis.

Pois hoje, contra Tommy Haas, Federer perdeu os dois primeiros sets. "Vai jogar a chance fora", pensei. De repente, como já vez antes nesse mesmo torneio, Federer começa a jogar e mete 6-4, 6-0 e 6-2. Acho arriscada essa tática de "resolver jogar"só quando tudo parece perdido e considero este um dos anos mais equilibrados em Roland Garros, mas parece que agora vai. E eu torço pra que um dos mais brilhantes tenistas de todos os tempos confirme em números o talento que o mundo inteiro já viu.

Na Copa do Mundo de 2014, o projeto de Brasília foi aprovado e teremos um estádio com capacidade para 70 mil pessoas no Distrito Federal. 70 mil pessoas que irão lotar o estádio para acompanhar os jogos de equipes tradicionais como Gama e Brasiliense. 70 mil pessoas em cada jogo do campeonato brasiliense. 70 mil pessoas que poderão ver jogos como Gama x Ituiutaba na Série C ou Brasiliense x Duque de Caxias na Série B.

70 mil pessoas. Justo, muito justo, o futebol de Brasília e os cofres públicos merecem um estádio desse porte.




Direto na têmpora: Black Blade - Blue Öyster Cult

14 comentários:

Ronan Sato disse...

volta e meia aparece um Mo Williams da vida pra quebrar a cara. e eu achei ótimo. gosto de cleveland, mas o time foi achincalhado durante a maior parte da série. só faltou colocar o ben wallace em cima dos ombros do ilgauskas pra parar o superman.
seria fantástico um duelo Kobe x LBJ? seria. mas ainda assim, não ia dar pro nosso glorioso Mo Williams :)

redatozim disse...

Sabe de uma coisa, Ronan? Lakers e Cleveland seria a série perfeita pro Mo Williams. A chance do Derek Fisher conseguir acompanhá-lo era mínima. Mas fala demais, toma na pleura.

Deo disse...

Você se esqueceu do super clássico Misto x Operário.
Agora sim teremos um estádio da grandeza desse clássico. E um também em Manaus para receber o derbi Nacional x São Raimundo.

Tita disse...

E aquiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii!!!!
:D

redatozim disse...

Mas aí, Finório, eles não chegaram aso 70 mil de público. Porra, faz um estádio bacaninha de 40 mil e pronto. Povo sem noção do caramba!

Raphael Crespo disse...

Muito brasileiro torceu por uma final entre Denver e Cleveland, mas eu achava improvável. O Denver não tinha, mesmo, poder de fogo para bater o Lakers e o Cleveland feria um playoff duro contra o Orlando.
Na verdade, o melhor brasileiro da NBA, o Leandrinho, ficou por terra antes. Uma pena.
Posso estar enganado, mas acho que o Howard vai se consagrar nessa final, apesar de eu achar o Bryant o maior jogador que surgiu depois do Jordan.

Sobre Roland Garros, gostei de ver alguém parar o Nadal. O moleque é bom pra caramba, mas não tem o mesmo talento do Federer. Espero que o suíço ganhe Rolanga e volte para o topo. Para mim, é um cara do nível do Sampras. Tenho mais vontade de vê-lo fechar o Grand Slam do que o Nadal.

E sobre a Copa, só posso assinar embaixo do que você escreveu, meu caro.

Politicagem pura!

redatozim disse...

Tita, peraí, no Recife você tem 3 times de grande torcida, é bem diferente. E mesmo assim, o estádio daí não vai ser do tamanho do de Drasília.

Entenda, nada contra o pessoal de BSB, mas é que é uma obra realmente desproporcional para o futebol do DF.

redatozim disse...

Também não botava fé nos Nuggets, Raphael, mas o Orlando foi uma surpresa. Acho que o Magic não aguenta os Lakers (o que pra mim é uma pena), mas tenho que torcer.

Hoje o Federer mostrou que pode ser seu pior adversário, mas ainda acho que parada dura ele vai ter na semifinal com o Del Potro, que está destruindoi... vamos ver.

Laurinha Godoi disse...

Maurilo,

Acho a NBA maravilhosa. Acabei de voltar dos EUA e fiz questão de assistir a um jogo ao vivo. Fui ver o Miami Heat x NY Knicks e você não faz idéia o quanto é mágico (sem brincadeira). Antes da definição do MVP, não sei se você se lembra, tinham três finalistas: o tal LeBron James, Kobe Bryant e o Dwyane Wade (do Miami). Confesso que tava torcendo pelo terceiro, porque foi o que eu vi. Mas os outros dois são demais também. Saiu um documentário sobre o Bryant e diz que o cara é sinistro, líder mesmo! Por isso e por outros, estou torcendo pelo Lakers na final. Vamos ver o que dá né?

Beijos

redatozim disse...

Laurinha, vc acha que eu nao vi um jogo dos Celtics quando fui pra la? Eh ducaray mesmo. Ah, e gosto muito do Wade, mas machuca muito... Uma pena.

Carlos Emerson Jr. disse...

Aliás, o próprio Nadal falou que ia torcer pelo suiço.
Vamos ver como fica.
Um abração.

Andre disse...

Meu, nem me fala do negócio do Mané Garrincha e do outro em Manaus... Vai desperdiçar dinheiro assim lá na terra dos sem vergonha. Mas de repente então já tá na terra dos sem vergonha, né... E olha que eu nasci em Brasília.

Mas se não me engano os 70 mil lugares são exigência da FIFA que os estádios tem que ter mais do que 60 mil.

E enquanto isso o governo de São Paulo continua insistindo que não vai dar nenhum centavo pra reforma do Morumbi pra Copa, só pra fazer os jogos no Pacaembu e colocar o nome dos políticos em evidência.

É uma falta de vergonha mesmo. Mas também, o dinheiro não é deles, né? E os donos do dinheiro (aka o povo) não reclama mesmo...

redatozim disse...

Esse Roland Garros tá cheio de zebras, Cejunior. Dos top 10, acho que só ficaram o 2 e o 5. Mas vamos tocer pro Federer levar. Ele merece.

redatozim disse...

Andre, não sei se é exigência não. A Arena da Baixada tem menos do que isso. Acho que, como você disse, é falta de vergonha na cara mesmo.