sexta-feira, junho 12, 2009

Hoje é hoje mesmo

Segundo o IPPASTEL - Instituto de Pesquisas do Pastelzinho, mais de 50% das pessoas acham que o maior mico do Dia dos Namorados é enfrentar fila de motel.

Longe de mim querer aconselhar alguém sobre como conduzir o Dia dos Namorados, mas na minha opinião, motel no Dia dos Namorados é coisa de amador ou de desesperado. Espera o dia 13, vai no dia 11, mas não enfrente o ridículo de pegar aquela fila-bandeirosa-que-estraga-qualquer-clima.

De qualquer forma, desejo a todos um feliz dia dos namorados, com beijinhos e gracinhas e coisinhas de dizer te amo muito.

A gente sabe que era pra ser assim todo dia, mas se não rolar, que hoje pelo menos seja. E se você não tem e não quer ter namorado(a), divirta-se também. Já que o clima está aí, o que não vai faltar é gente querendo aproveitar.




Direto na têmpora: This Is Hardcore - Pulp

6 comentários:

Jonga Olivieri disse...

Você tem toda razão: fila de motel no dia dos namorados é a coisa menos romântica que possa existir.

Don Oliva

redatozim disse...

é pra broxar qualquer cristão, don oliva, ou muçulmano, judeu, e por aí vai.

ndms disse...

Hoje eu namorei a sua mãe no cinema, Patio, assistindo un excelente filme: intrigas de estado
Recomendo!!!!!

Alice disse...

fila de motel é mooooito cruel.

eu acho a madrugada do dia 11 tão mais interessante... hahaha

redatozim disse...

O filme é bom mesmo, ndms. Meu programa foi muito parecido, só que no BH.

redatozim disse...

O espírito é exatamente esse, Alice, você brilhou ;-)