quarta-feira, junho 03, 2009

Bigodes

Eu gosto de usar bigode. Normalmente quando passo mais tempo fora, como em campanhas políticas, por exemplo, eu sempre opto pelo bigode.

Fico me sentindo um revolucionário mexicano, um sindicalista polonês ou um malandro carioca da década de 50. A Fernanda não gosta de mim de cara lisa, que dirá de bigode. Sendo assim, quase não uso.

Como meu pai usava, talvez seja um pouco de saudosismo da infância. Não sei. Mas qualquer dia desses, quando a Fernanda não estiver, eu vou tirar a parte debaixo do cavanhaque e usar o bigode. Nem que seja por um dia, nem que seja por menos tempo ainda, mas eu irei me rebelar. Sim, eu irei, vocês verão, vocês todos verão!!!

Desculpem, acho que me exaltei um pouco, mas voltando aos bigodes, acho que são um atestado de autoconfiança. Não importa que essa moda tenha passado há mais de 30 anos, não importa que só senadores e jogadores de futebol húngaros ainda usem, o homem que ostenta um bigode diz em alto e bom som que simplesmente não se importa com modismos ou com a opinião dos outros. É quase como usar costeletas estilo Elvis ou polainas.

Por isso, homens de cara limpa, uni-vos. Liberem o bigodudo que existe dentro de vocês (ops) e assumam esta charmosa faixa de pelos faciais. Acreditem, assim vocês irão ajudar a fazer um mundo melhor.




Direto na têmpora: I'm Not Gonna Teach Your Boyfriend How To Dance With You - Black Kids

15 comentários:

Alice disse...

hahahaha, tu é muito engraçado!

redatozim disse...

Engraçado? Engraçado!? Você não falaria assim comigo se eu usasse bigodes, Alice. Ah, mas não falaria mesmo.

Tita disse...

Tipo....hum...assim....bigode, bigode??? Afemaria!!! Valei-me! hahahahaha
horríiiiivel!
Até o Cauã Reimonds ficou o ó, hahahaha

Tita disse...

Ah....uma novi: http://umpoucodegloss.blogspot.com/

redatozim disse...

Bigode não é para quem quer, Tita, é para quem pode. Cauã Reimonds, faça-me o favor...

Ah, visitei seu blog, viu, mas juro que não lembro da música rsrs boa sorte lá.

Gastão disse...

De uns tempos para cá comecei a usar barba. Já até peguei a manha de aparar. Mas bigode eu nunca usei, e não pretendo.

Uma vez, há muitos anos, eu fiquei uns 20 dias sem fazer a barba, e na hora de fazer deixei um bigode desses que descem pelo rosto, estilo David Crosby (mais modesto, evidentemente). Mas só uns minutos.

redatozim disse...

Ora, Gasta, da barba ao bigode é um pulo, não resista.

Eliz disse...

Meu pai usa bigode. Sem motivo revolucionário, é para esconder uma pinta que ele tem em cima da boca, que ele não gosta muito e que machuca quando passa o aparelho de barbear por cima. De boa, nem me lembro mais qual foi a última vez que vi meu pai de cara limpa. Deve ter mais de 20 anos...

redatozim disse...

Ah, Eliz, mas o motivo não importa. Tenho certeza de que quem vê na rua logo imagina o seu pai comandando o submundo ou participando de um esqueadrão de investigação na década de 70.

ndms disse...

Eu sempre gostei de usar bigode e a minha familia me apoiava nisso, principalmente porque ele disfarçava o meu feio nariz aquino. Por outra parte, quando eu raspava o bigode todos diziam que a minha boca ficava parecendo um "um cu de galinha". Mais um motivo para mantê-lo. Hoje, eu ja não uso mais, porque pior que ficar sem bigode é ter um bigode com cabelos brancos

redatozim disse...

E ninguém te apoiava tanto quanto o Diogo, ndms, que chegava a chorar quando você tirava o bigode. Isso sim, é apoio.

stella disse...

hoje eu passei por um senhor de terno com um bigode grisalho que, certamente, faria muito bonito no reinado de D. Pedro II

redatozim disse...

Ah, fala a verdade, Stella, você só está dizendo isso pra me fazer inveja.

Com vergonha disse...

Homem sempre se dá bem:

Se tem barba, é despojado.
Se fez a barba, é arrumado.
Se é careca, é charme.
Se é cabeludo, é rebelde.

Mas, bigode é a coisa mais feia do mundo! rsrs

redatozim disse...

Que heresia, Com Vergonha, moustache rules