quarta-feira, junho 17, 2009

Blogando

Escrever aqui foi uma das melhores coisas pra mim. É um hábito que me força a escrever sobre assuntos diferentes, sem briefing, sem compromisso com clientes.

É um exercício que me faz bem pra caramba, mas que volta e meia me enche a paciência. A internet é um espaço público e daí a gente encontra gente que não entende a piada, gente que confunde as histórias, gente que pega raiva.

Já tive dois ou três problemas por causa disso aqui e sempre porque as pessoas que lêem imaginam uma coisa e tomam conclusões sem ter certeza ou mesmo ler direito o que foi escrito.

Aí me dá uma vontade enorme de largar isso aqui e só escrever naquele caderninho que a gente guarda junto com as velharias no armário da garagem pra ninguém te encher o saco.

Aliás, uma vez eu cheguei mesmo a parar com o pastelzinho, não sei se alguém se lembra.

Dessa vez não vou parar, mas que às vezes é um saco escrever, é.




Direto na têmpora: Dentist song - Steve Martin

30 comentários:

zega disse...

assume uma identidade secreta, tipo superpastel. aí ninguém vai poder dizer que é você...
e não se esqueça de criar a supersophia e a superfernanda também, se não dá muito na cara.

redatozim disse...

Vai ter que ser por aí mesmo, Zega, porque enche o saco de vez em quando.

alexandre disse...

comentário à parte: "the dentist song" foi FINO.

little shop, little shop horror.

Eliz disse...

Espero que você não deixe a Pastelaria de lado.
O Luiz Fernando Veríssimo disse uma vez, ao receber zilhões de críticas a uma crônica publicada em O Globo, que a "ironia é como uma onda de rádio, só funciona quando encontra um receptor sintonizado".
:)

redatozim disse...

Um clássico, Alexandre. Tem muita coisa no Youtube, vale a pena conferir.

redatozim disse...

Vou deixar a pastelaria não, Eliz, é só reforçar a dose de paciência e seguir em frente.

Cacate disse...

Eu não me lembrava desta vez que você emburrou. Só daquela outra que te magoa quando eu comento. Fiz questão de ler o post da volta e vi que foi do mesmo jeito, sem maiores explicações

redatozim disse...

E eu lá tenho que explicar alguma coisa, Maria do Carmo? Nessa pastelaria aqui eu sou o senhor do castelo, ora bolas.

tita disse...

Aaaaaaacho bom não parar, heim? Humpf!!!
ps. paciência, pasta...paciência..
:)

redatozim disse...

paro não, tita, paro não.

Eduardo César disse...

Continua resmungão como sempre.
Faça como motorista de ônibus, ligue a seta e ...

redatozim disse...

Você tocou no cerne da questão aí, Edu. Não são os outros que são escrotos, sou eu quem sou um resmungão.

emmibi disse...

eu penso nisso e acho que por isso minha solução é a da zega: criar um pseudônimo mesmo.
mas não PARA.

redatozim disse...

O risco de parar, pelo menos por agora opu por esse motivo, não existe, emmibi. mas o lance do pseudônimo é uma boa. o http://omeupipi.blogspot.com/ que o diga

Micho en el pais de las maravillas disse...

Olha, outro dia pensei a mesma coisa.
Fiquei magoada com um anônimo que me mandou aprender a escrever, que criticou a minha ortografía péssima e você me respondeu que o importante é saber se expressar, isto é algo que vcoê sabe fazer!
Por isso não pare!
Eu ficaria muito triste.
Beijo

redatozim disse...

valeu, micho, e continue escrevendo também, viu?

Juliana disse...

Caro Redatozim,
Sou cliente assídua desta pastelaria (confesso que daquelas que ficam no fundão, mesa do canto, só observando), e ficaria muito triste se seu estabelecimento fechasse, porque é um dos poucos lugares que frequento nesse mundinho chamado net.
Por isso, eu e todos os seus clientes lhe pedimos:
FICA!!FICA!!FICA!!
Abração!!

redatozim disse...

hahahahaha pode deixar, juliana, fechar não está nos planos da pastelaria por agora.

Luciana Oliani disse...

Olha, desde que encontrei seu blog, tenho lido todos os dias... sei que não comentei nenhuma vez, mas adoro ler seu blog.. para não vai!!!

redatozim disse...

Vou para não, Luciana, pode ficar tranquila.

ndms disse...

Para a satisfação de tantos e infelicidade de pouquíssimos, espero que você continue com o pastelzinho e, com o redatozim, no comando, de maneira clara, aberta, transparente e assumida

redatozim disse...

continuamos aí, ndms

danny falabella disse...

Maurilo,escreva quando lhe der vontade. Nunca se sinta na obrigação embora todos nós leitores ficamos em cima ansiosos por posts... o blog é bacana pq é algo que flui naturalmente, acredito eu, pelo menos é o que sinto. Por isso peço que se não ta a fim se dê um tempo. É um direito seu e uma obrigação nossa respeitar. Mas olha, a gente ama este blog aqui, viu? por isso torcemos para que esta sua tpm de escrever passe logo..heheheh ;) be cool my friend!
(ah, sempre vão haver aqueles pélas saco que apelam. mas eles são minoria aqui por isso se lixe para eles)

redatozim disse...

foi só um desabafo, danny, não vou parar não.

Renata Feldman disse...

Caro redatozim,
É claro que você não vai parar! Não pode desperdiçar esse talento, esse jeito gostoso de colocar no papel o que você pensa e sente.
Quanto àquela minoria que às vezes te faz pensar o contrário, "nothing is perfect...". Impossível controlar o que o outro vai pensar, dizer ou teclar...
Centre em você e siga em frente, blogando, blogando!...

redatozim disse...

O melhor da internet é ser aberta a todos, Rê. O pior também. Mas a gente vai blogando sempre.

Anônimo disse...

Haa, se eu fosse você parava mesmo. Agente perde um tempão todo dia lendo o pastelzinho. Isso prejudica o nosso trabalho, pô! Poderia tá lendo coisas mais interesantes...
Ass. Cabid..., ops, anônimo.

redatozim disse...

trabalho? esqueceu que eu sei onde vc passa as suas tardes? vai mentir pros presos cabi... digo, anônimo

Gustavo disse...

mas também, às vezes, como disse o grande Molusco, "é muito chato ter que ler"...

redatozim disse...

Pra quem nnao tem saco de ler a solução é simples, Gustavo: é só não ler e não encher meu saco, uai.