sábado, setembro 05, 2009

Afrescos do Êro Preto

Mal chegamos a Ouro Preto e, enquanto passeávamos pelas ruas, uma certa casa chama a atenção da minha Sophia. Com voz entusiasmada ela me chama:

"Olha, papai, uma casa de osso de cachorro!"

E o pior é que, olhando de perto, eu vi e entendi que ela tava certa. Confere aí.







Direto na têmpora: Je ne suis pas ta chose - Camille

6 comentários:

Carlos Emerson Jr. disse...

E não é que ela tem razão ??
Um abração!

redatozim disse...

Tem mesmo, cejunior. Abração.

Danny disse...

gente, né que é osso mesmo??

redatozim disse...

E num é, danny?

ndms disse...

Raramente se observa isso. Muitas pessoas passam por aí e nada. Este é o senso de observação apurado da netinha

redatozim disse...

Ela realmente percebe uns detalhes muito impressionantes, ndms.