quinta-feira, janeiro 14, 2010

Sophia e uma pitada de Freak Children

Minha Sophia desenha um monte de pontinhos coloridos e me chama.

- Olha, papai, um monte de pontinhos.

- Que lindo, Sophia, são estrelinhas?


E ela, quase sem pensar:

- Não, eu ainda não decidi o que vai ser.


____//____

Sophia ganhou, no dia 5 de janeiro, um peixinho daqueles beta. A tia avisou logo que o peixinho era muito delicado e que poderia morrer rápido, para a minha Sophia não ficar triste se isso acontecesse.

Chegando em casa, eu e Fernanda reforçamos o conselho e avisamos que o bichinho poderia mesmo morrer de uma hora pra outra.

Hoje, o peixinho já estava mais pra lá do que pra cá, mas a baixinha não parecia muito preocupada. Aí a Lílian veio contar pra gente que, diariamente, desde que o peixe chegou lá em casa, Sophia chega perto do aquário e fica falando com o beta.

- Você ainda não morreu não, peixinho? Quando é que você vai morrer, hein?



____//____

Para fechar o post, mais um freak children ilustrado pelo Rogério Fernandes.






Direto na têmpora: Those to come - The Shins

8 comentários:

Danuza Falabella disse...

heheh a menina é sabida, oras!

e o Freak Children ta cada dia mais bacana.

Renata Feldman disse...

Ah, crianças...
Adoráveis crianças!... Ainda temos muito a aprender com elas!

redatozim disse...

essa dá nó em pingo d'água, danny

redatozim disse...

E a gente vai mesmo tentando aprender, rê.

Anônimo disse...

Sophia esta muito alem do que a nossa filosofia va poderia entender. E tenho dito.


Tata

redatozim disse...

hahahahverdade, Tata

Luciana Frayha Righi disse...

Excelente. Palavras puras são tão raras.....e o lado aparentemente negativo das coisas, como a morte de um peixinho, também demonstra certo encanto, expectativa, ansiedade..."quando voce vai morrer?"....sao os pequenos detalhes do nosso dia que valem a pena ser sentidos e pensados...muito bom este blog, muito...

redatozim disse...

Valeu, Luciana, pode vir sempre que quiser, beleza?