quarta-feira, janeiro 27, 2010

Unido ou unida?

Não sou especialista em português, na verdade, sou apenas razoável, mas ando intrigado com esta campanha contra a dengue.

"BH unido contra a dengue"? Tá certo isso? Eu achei que deveria ser "unida" e os revisores e redatores da agência concordam comigo. Será que tem algum motivo oculto pra esse sujeito masculino?

Não sei. Depois que eu descobri que a Nossa Senhora do Carmo é Senhora do Carmo, nada mais me surpreende. Se bem que no próprio site da Prefeitura de BH, o texto de abertura se refere à capital dizendo: "cercada pelas montanhas" e não "cercado".

Se alguém tiver uma justifica pra essa concordância esquisita, por favor, manifeste-se.







Direto na têmpora: Touch me I'm Going To Scream - My Morning Jacket

28 comentários:

Damine disse...

Concordo que deve ser no feminino (porque é a cidade) mas tenho duas alternativas:

1) erro mesmo.
2) pra combinar com o "Horizonte" que é "Belo".

Pensando bem...
Não. Não justifica.

redatozim disse...

Pois é, Damine. É a cidade do Rio de Janeiro, por exemplo, aí se diz "o meu Rio de Janeiro". Mas, Belo Horizonte? REalmente não achei justificativa pro masculino.

Raquel do Carmo disse...

Eu também tinha reparado nessa campanha Maurilo. E o correto seria usar "unida" porque se refere em primeiro lugar à cidade de Belo Horizonte. E ainda numa segunda interpretação, o termo BH pode ser interpretado como representando a "população" da cidade. O que continua sendo um substantivo femino. Portanto, há sim um erro de concordância gramatical nesse texto divulgado.

redatozim disse...

Valeu, Raquel, você está ajudando alguém que se achava extremamente estúpido há até alguns instantes.

Danuza Falabella disse...

Como não sei as circunstâncias em que esta peça foi aprovada e que infelizmente todos estamos passíveis de erros, não vou julgar. Mas claramente vê-se que: ou não teve revisão, ou comeram mosca (acho que rolou a primeira opção). Mas enfim, dureza isso. Escola de Samba Unidos do purtuguêis.

redatozim disse...

Também não sei s circunstâncias e nem me interesso em descobrir ou apontar culpados, Danny, mas é dureza mesmo.
Sabe o que pode ter rolado? Só tiraram Brasil e inseriram BH sem prestar atenção na concordância. Será?

ndms disse...

Não seria para concordar com o subtendido " o povo " ( BH, o povo ), unido....?

redatozim disse...

Não faz sentido, ndms. Não se subentende povo, mas cidade. O povo é belorizontino e não BH.

Fábio Megale disse...

Dando pitaco nisso aí:

Na verdade, gramaticalmente não está errado.

"BH unido" pode se referir tanto à "Belo Horizonte", que é um termo masculino, como também ao município.

Provavelmente, a ideia era: "(o município de) BH unido contra a dengue."

Concordo que "(a cidade de) BH unida contra a dengue" soa melhor, mas a placa não está errada, pelo menos. rs.

Abraços!

Zé Celso disse...

Também me chamou a atenção. Vou no unida, com certeza.

redatozim disse...

Pois eh, Fabio, mesmo justificado nao eh o usual e acaba causando ruido na comunicacao (ou pelo menos estranhamento). O "unida" seria o logico.

redatozim disse...

Entaum vamos juntos, Ze Celso.

Gustavo disse...

iiiih... isso entra naquelas interpretaçoes que dão abertura pra voce dizer qualquer coisa... voce pode entender que [o povo] de BH está unidO contra a dengue, por exemplo

no caso, nao da pra interpretar como [a cidade de] BH unidA, porque daria a ideia de que a cidade e separada em algum outro sentido que nao contra a dengue... e por ai vai.

(via Xalaskero)

redatozim disse...

Pois é, Gustavo, justificativas existem, mas imagina dizer "a minha Rio de Janeiro" com o argumento de que é a cidade. Não é o usual, não funciona e não fica bom, mesmo que não esteja errado.

Renata Feldman disse...

Não se assuste se dizerem que é "licença publicitária", colega!... (rsssss)
Tá soando mal pra burro!

redatozim disse...

E acho que a gente nunca vai saber se foi intencional ou descuido, Rê.

Fábio Megale disse...

Sim, sim, concordo plenamente com você, Maurilo.

O ideal seria usar "unida" mesmo. Apesar de que cai no mesmo caso do Rio de Janeiro comentado aí: o Rio, o Belo Horizonte. Mas o senso comum deveria prevalecer, que no caso é o feminino.

Só comentei porque tecnicamente não está errado, apenas foi uma escolha infeliz. Eu teria colocado "unida" sem nem pensar duas vezes! =)

Abraços!

redatozim disse...

Mas é isso mesmo, Fabio, pode até estar certo, mas parece coisa de gente que não é daqui.

Igor disse...

Eu trabalho na Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais na Coordenação de Publicidade. Discutimos muito sobre o tema e a conclusão que tivemos é que o Ministério deve ter aproveitado a peça "Brasil Unido Contra a Dengue" e colocado o BH na peça hehe. Vou verificar o que aconteceu. Acho que Unida ficaria melhor,mas vejo que Unido não é errado, levando em consideração o município de Belo Horizonte.
Mas Maurilo achei um bom tema para discutirmos.
Abração
Igor Marton

redatozim disse...

Igor, minha impressão também foi essa: só trocaram Brasil por BH. E repito o que eu disse, pode até não estar errado, mas fica claro que é coisa de gente que não é de BH. Pra nós, sempre o feminino é a escolha ao falar da cidade, né não? Abração, velho.

Igor disse...

Certíssimo. Como as campanhas do Ministério são feitas em Brasília com certeza não pensaram no nosso público hehe. Fiquei curioso e vou tentar obter uma resposta deles.
Abração e tenha um ótimo dia.

redatozim disse...

Valeu, Igor, vamos esperar a resposta (se houver).

CelsoCão disse...

sujeito mais que oculto: povo

redatozim disse...

Não, Celsinho, povo não é sujeito mais que oculto, povo é um sujeito mis que fodido.

emmibi disse...

E "Salvador unido contra a dengue"? Não seria uma campanha mais cristã do q baiana? N sei o q o povo de Bsb pensa n...

redatozim disse...

Dá a impressão de que foi feito nas coxas, né, emmibi? Eu achei bem estranho isso.

Suzana Luna disse...

Eu fico na dúvida é com a(s) CASAS BAHIA. Eles colocam os verbos no singular, mas meus ouvidos não gostam do som q ouvem. Está certo isso???

redatozim disse...

eles falam a csas bahia, suzana? nunca percebi, mas é esquisito mesmo.