terça-feira, outubro 27, 2009

10 coisas para se sentir vivo

Para quando a vida estiver deixando preguiçoso, satisfeito, mole demais. Parece auto-ajuda barata e pode até ser. Ou não.


1) Compre uma briga: não importa com quem, não importa em que lugar, não importa em que momento. Se o assunto lhe é caro, banque seu ponto-de-vista e, pelo menos dessa vez, não abaixe a cabeça e aceite o que diz o seu superior, o seu melhor amigo ou um completo estranho. Argumente, dialogue, empolgue-se, sinta o sangue subir pro rosto. Faz muito bem, acredite.

2) Questione suas certezas: se você acredita em OVNIs, na legitimidade da eutanásia ou na vida após a morte, por exemplo, ouça atentamente a opinião de quem não acredita. Vá de mente aberta e esteja preparado para receber toda a informação que você nunca se permitiu ouvir. Leia textos, análises de especialistas, dê a você mesmo a chance de ser imparcial por um momento.

3) Descreva quem você realmente é
: encha a tela do que você sabe sobre você e que ninguém mais conhece. Descreva seus medos ridículos, liste suas grandes paixões, cite os pecados mais vergonhosos e os atos mais horríveis que você já cometeu e pelos quais nunca pagou. Saiba quem você é de verdade, e não a pessoa que você mostra pros outros. Guarde o que você escreveu e leia de vez em quando.

4) Abra mão de algo que você curte muito: dê um livro que você adora, a sua melhor blusa, a bola autografada pelo Garrincha. Passe para frente, desapegue-se, seja próximo da perda.

5) Procure alguém com quem você não tem mais contato: mais do que procurar, encontre, converse, aproxime-se. E não fale só de quem vocês eram, mas de quem vocês são e de quem querem ser. O passado tende a parecer estático, mas é parte de um movimento. Além do mais, é bom ter a lição de humildade de ver que outras vidas continuam acontecendo mesmo sem que estejamos por perto.

6) Faça algo que você não sabe fazer: inicie uma atividade para a qual você não tem o menor talento aparente, seja jogar tênis, aprender russo ou tocar clarineta. Ao invés de investir no que você já faz bem, de polir um talento, desenvolva uma área na qual você seja horrível. Mesmo que o resultado seja apenas tornar-se um pouco menos horrível.

7) Faça algo completamente sem objetivo prático: ande na roda gigante depois do trabalho, jogue futebol de botão com um amigo na hora do almoço, releia todas as cartas que você já recebeu. O objetivo? Não precisa.

8) Faça uma puta declaração de amor: ajoelhe-se na porta do trabalho dela enquanto espera ela sair, escreva um poema e mande para toda a sua lista de emails, monte um painel com as fotos do dois, sei lá eu. Não tenha medo de ser ridículo.

9) Aconselhe-se com uma criança:
tente passar um dia tomando decisões guiado por alguém que é instinto puro. Não questione o que ela disser, apenas obedeça.

10) Invista em um projeto pessoal: não interessa se é um livro, um regime, uma coleção de orquídeas. Separe um tempo para isso, cuide do projeto e dê-se o prazer de ver que ele deu em algo para você e não para a sua empresa.

É, pensando bem, pode ser auto-ajuda mesmo.




Direto na têmpora: Zombie Zoo - Tom Petty

16 comentários:

Michelle disse...

auto-ajuda as vezes é uma coisa boa,desta fez foi duca!
Vou para casa com a lista impressa.
Beijo, mestre.

redatozim disse...

Quem bom que vc gstou, micho. Eu mesmo preciso seguir mais essa lista rsrs

Maristela disse...

oi Mau... Agora que tenho seu blog na primeira página do meu yahoo ficou mais fácil ler tudo que você escreve no pastelzinho e você sabe o quanto eu adoro o que você escreve ... E não é de hoje (rs)! Esta lista era tudo que eu precisava (rs)... Já estou praticando o número 6 (rs) YÔGA!!! E estou amando! Beijos... Te adoro! Tia Tetela.

redatozim disse...

hahahaha tia tetela é ótimo. beijo, tela.

Damine disse...

O primeiro item é fácil.

Ligue pra alguma empresa pra reclamar de algum serviço. Pode ser TV a cabo, telefone, celular, qualquer coisa.

:/

redatozim disse...

A única questão é que nesse caso você não compra briga, Damine, é a briga quem escolhe você rsrs

Ana disse...

Adoro os seus posts "top 10", além de inspiradores, fazem a gente dar boas risadas!
Abs.

redatozim disse...

Sempre é bom ter esse tipo de feedback, Ana. Escrever em blogs às vezes dá a sensação de estar falando com as paredes. Valeu.

Presunto disse...

Cotão... uma outra coisa pra te fazer sentir-se vivo é tomar um porre. No dia seguinte vc tem certeza que está vivo, e passa o dia pedindo pra morrer.

Tomei um nessa segunda, o primeiro em 21 anos. Trabalhar ontem foi um suplício, mas agora eu estou preparado para os próximos 20 anos.

É menos alto-ajuda e tal, menos politicamente correto. Mas funciona que é uma beleza.

redatozim disse...

O porre é uma excelente maneira de perceber a nossa pequenez diante do universo, Presunto. A gente esquece de nós mesmos como um todo e começamos a perceber que somos feitos de pequenas partes como o fígado, a vesícula biliar, o cerebelo e daí por diante.

adriana disse...

Tenho só um reparo a fazer na sua lista. Se alguém resolver seguir o conselho número 3, não imprima a lista não. Crie uma conta secreta no gmail e leia (num computador de lanhouse, de preferência)quando achar necessário. Nesse mundo sem privacidade, ter uma lista impressa dessas rolando por aí, sei não.

redatozim disse...

a sugestão e só pra guardar e ler de vez emquando, dri, até porque concordo com vc que imprimir pode ser bastante temerário.

Danuza Falabella disse...

um..comprar briga não quero não.Mas os demais são super válidos para se sentir vivo,

redatozim disse...

não é todo dia, danny, mas uma briga de vez em quando é bom.

Juarez Souza disse...

Caramba, eu achei seu blog por puro acaso no Google, só li esse texto e ele tem alto potencial pra mudar a minha vida. Valeu!

redatozim disse...

Eu é que agradeço, Juarez. Se quiser, fique à vontade para ler o resto, uai.