quinta-feira, março 25, 2010

Vale da Lua

Achei um caderno que escrevi quando fiz minha viagem sozinho pela Bolívia, Peru e Chile em 97. Aliás, eu sempre gostei de viajar sozinho. Fui assim ao Rock in Rio em 85, à Flórida em 87, a Morro de São Paulo em 91 e em muitos outros lugares mais próximos.

Claro que uma viagem com turma tem seu lugar e que uma viagem com a minha Fer é sempre especial, mas tem algo de sair sozinho pelo mundo que não tem preço.

Relendo o caderninho, achei este texto que escrevi quando estava no Vale da Lua, em San Pedro de Atacama, em cima de uma montanha há mais de 4.000 metros, vendo o sol se pôr. Não é bem escrito, mas foi o que saiu na hora e mostra o que foi aquilo tudo pra mim com 25 anos.

Mais uma vez o silêncio impressiona. Estou consumido.

A vontade que dá é ampliar minha memória e preencher com este momento. Cada curva, cada cor, cada som, cada rota, cada cheiro, cada silêncio. Guardar tudo sentido por todos so sentidos em todos os sentidos.

Os azuis, rosas e cinzas destes céus, o alaranjado destas montanhas e o grande círculo prateado da lua são um espetáculo.

Que vento, que silêncio. Me adoeço aqui. Febre vermelho-fogo de alma. Olhos em chamas, garganta seca.

Visto de cima, sou um Deus-austronauta, pai e filho deste mundo. Meus olhos estão de horizontes novos.





Direto na têmpora: Heaven is a drag - Pree

10 comentários:

Ju Soares disse...

Viajar só é mergulhar dentro da gente. Nao tem preço. bjo

redatozim disse...

Ah, mas se eu puder mergulhar dentro da mim em San Pedro de Atacama vou achar bem melhor, viu, Ju? rsrsrs

Hugo disse...

Legal o texto. Aquilo é a superfície lunar mesmo. Curto muito viajar sozinho também. Fiz uma viagem parecida, andei muito por 40 dias... Tem umas fotos no meu Flickr http://www.flickr.com/photos/ohugoborges/ (set latin america). Dá uma olhada depois. Hasta luego...

redatozim disse...

Muito bacanas as fotos, Hugo. Pena que são poucas.

Rapha Garcia disse...

"Claro que uma viagem com turma tem seu lugar e que uma viagem com a minha Fer é sempre especial, mas tem algo de sair sozinho pelo mundo que não tem preço."

Vou para Ouro Preto hoje, sozinho, fazer um show. Alguma recomendação?

redatozim disse...

Só dois, Rapha: comer na pizzria O Passo e rodar pels ruas sozinho. Vale muito a pena.

Ulisses disse...

Também curto viajar sozinho. Faco o que quiser e na hora que quero. Experimentar comidas novas, o cheiro dos lugares, os sons... O melhor mesmo é conhecer pessoas, ser o melhor amigo durante aquele ou aqueles dias da viagem, mesmo que, na maioria das vezes, nao volte a encontrar novamente. Estive em Sao Pedro de Atacama e o lugar é realmente fenomenal. Me deu vontade de escrever sobre esta viagem e por no meu blog (http://ulisses-ithaca.blogspot.com/)... acho que vou fazer isso em breve. Abs!

redatozim disse...

Visitei seu blog e achei bem bacana, Uli Geller. Faz o post mesmo pra gente ler.

Ulisses disse...

A pedidos. Acabei de postar sobre Atacama, dá uma conferida: http://ulisses-ithaca.blogspot.com/2010/04/san-pedro-de-atacama-um-lugar-de-outro.html.

redatozim disse...

Vou conferir, Uli. Valeu.