quarta-feira, março 31, 2010

Trens

Eu sempre contava os vagões do trem com meu pai quando ele voltava do trabalho. Nunca quis saber para onde o trem ia, mas sempre soube que ele levava minério ao invés de pessoas.

O caminho das coisas me interessa pouco. Já um trem cheio de pessoas me faz pensar, adivinhar histórias, calcular destinos. Assim o trem fica mais humano, um transporte de sonhos e dúvidas, de rotinas e momentos únicos.

Talvez seja isso mesmo. Talvez hoje eu me importe cada vez menos em saber para onde vai o trem de minério.




Direto na têmpora: Nothing better - The Postal Service

2 comentários:

Iza disse...

Eu acho trem um transporte tão charmoso. Coisa mais linda são aquelas estações antigas de cidade do interior!

redatozim disse...

Trens são bacanas até quando são metafóricos, Iza ;)