sexta-feira, abril 16, 2010

Contraditório

Eu não acredito em fantasmas, mas morro de medo deles.

Eu não acredito em amor à primeira vista, mas acredito em ódio à primeira vista.

Eu não acredito em destino, mas acredito em certas coisas inevitáveis.

Eu não acredito em dinheiro fácil, mas também não acredito que baste trabalho para enriquecer.

Eu não acredito em divergências irreconciliáveis, mas acredito em atos imperdoáveis.

Eu não acredito em sonhar pequeno, mas acredito em realizar aos poucos.

Eu não acredito em em milagres, mas tenho plena fé no inexplicável.




Direto na têmpora: I melt with you - Modern English

8 comentários:

Renata Feldman disse...

É... A vida é cheia de contradições, meu caro Maurilo...

redatozim disse...

Verdade, Rê, cada um de nós é cheio de contradições.

Jonga Olivieri disse...

Yo no creo en brujas. Pero que las hay, las hay...

Don Oliva

redatozim disse...

É bem por aí, Don Oliva.

jefhcardoso disse...

Olá Murilo! Hoje é sexta-feira, uma correria. Não repare em minha visita relâmpago, mas venho lhe convidar para ler o novo capítulo de “O Diário de Bronson (O Chamado)” e deixar o seu comentário.

Retornarei com melhores modos e mais tempo. Tenha um ótimo final de semana. Abraço do Jefhcardoso!

redatozim disse...

Falou, Jefh, valeu a presença.

Marie disse...

Só tenho medo do sorrisos tímidos daqueles que nos deixam a pensar....

redatozim disse...

Medo eu tenho é de quem não sorri, Marie.