terça-feira, abril 06, 2010

Fabuleta breve

O romântico grilo então olhou para os céus e disse:

- Se você tentar alcançar a lua, pode não conseguir tocá-la, mas jamais sairá com lama entre os dedos.

No que o sapo respondeu:

- Ah, vai tomar no cu.

E enfiou a cabeça do grilo na lama.




Direto na têmpora: Fox on the run - Sweet

14 comentários:

Ilda Marcia disse...

começou tão poética...decididamente não é para crianças, kkkkkkkk

redatozim disse...

rsrsrs decididamente, não

Rapha Garcia disse...

Tão delicada como um rinoceronte numa loja de cristais! hawieuahiueh

redatozim disse...

otimismo demais irrita às vezes, Rapha, o sapo devia ter lá os seus motivos.

Carol disse...

hahahahaha sapo delicado esse, hein?
ADOREI a fábula!

redatozim disse...

não sou lafontaine, ms dou lá minahs cacetadas, Carol.

danny falabella disse...

esta é duca! Só não dá pra contar pras nossas meninas...heheheh

redatozim disse...

melhor não, danny, melhor não.

PC disse...

Não Sofia. Vai dormir logo, fia.
Papai hoje não vai contar historinha pra você...

redatozim disse...

A vantagem de ler historinha dos livrinhos pra ela é que eu não me sinto tentado a inventar finaizinhos-surpresa, PC.

Sandro Andrade disse...

Show!!

redatozim disse...

vc é cruel, sandro

Sandro Andrade disse...

Cruel foi o Sapo. Só fiquei na platéia, assistindo. (risos)

redatozim disse...

Acho que a campanário deveria ser lançada acompanhada por um livro de fábulas, sandro