segunda-feira, junho 30, 2008

Politicamente correto my ass

Notícia direto da Suécia: aluno deixa de convidar dois coleguinhas para a festa de aniversário e o caso vai parar no Parlamento. Por quê? Porque se os convites são distribuídos em sala de aula, não pode haver discriminação.

Numa boa, nunca se viu tanta tempestade em copo d'água, tanta bundalização da individualidade, tanta normatização do modo de viver como no mundo de hoje. E ouso dizer que é esta visão de "cerca galinheiro" que gera o comportamento oposto dos abusos, do desrespeito, da desumanização.

Enfim, se alguém puxa a corda de um lado, alguém responde do outro e a gente vai, de mãos dadas, caminhando pra uma vidinha cada vez mais cocô.

Ah, antes que eu me esqueça, sabe por que os dois meninos não foram convidados? Um não havia convidado o aniversariante para a própria festa e o outro havia saído na porrada com ele. Ai, ai, ai o meu sacão.




Direto na têmpora: Dirty Boulevard - Lou Reed

12 comentários:

ndms disse...

Redatozim, você fez uma boa foto sobre o nosso mundo atual. agora é só imaginar o que pela frente

Tita disse...

oxe...

Gastão disse...

Redatozim, meu irmão... Me lembrei de um fato ocorrido no Loyola em 1986, dois anos antes de você ir pra lá. A filha da professora de inglês, que era da minha sala, não convidou a mim, ao Rato e ao Luiz Paulo, para a festa de 15 anos dela. Eu e o Luiz Paulo porque havíamos sido suspensos pela mãe dela. E o Rato porque bebeu até desmaiar na festa Junina, e com isso nossa turma foi desclassificada da Gincana (o regulamento previa isto, com todas as letras), sendo que seríamos campeões. Na época foi um troço chato, acintoso, a gente parou de conversar com ela, com a mãe dela. Mas ninguém entrou na justiça não...

redatozim disse...

Dá até medo imaginar, ndms.

redatozim disse...

vixe, tita...

redatozim disse...

Sensacional a história, Gasta, ainda mais conhecendo os envolvidos. Surpresa nenhuma isso ter acontecido, mais uma vez conhecendo os envolvidos, agora que ia ser bom meter na justiça por discriminação, nesse caso ia.

alexandre disse...

mas não era mais simples dar um couro nesse menino que desprezou os dois coleguinhas?

que coisa de veado essa de levar pra suprema corte (ou parlamento).

deviam dar um couro nos pais dos meninos, também.

redatozim disse...

Seu raciocínio está perfeito, alexandre, no entanto, a inciativa de levar essa porra pro Parlamento foi do professor boiola deles. E além do mais, não convidou porque não quis, quem tem que levar couro são os dois escrotinhos que ficam reclamando de não ir em festas. Esse primeiro mundo tá é me enchendo o saco.

danny falabella disse...

gente, que puta que pariu hein??Falta do que fazer..com tanto assunto de urgencia a ser tratado neguinho vai a parlamento por causa de dois fedelhos nojentos??QUE ODIO...se esta moda pega aqui eu to fudida...

Micho en el pais de las maravillas disse...

Ah! como se toda essa gente não soubesse da regra basica da convivência na escola: quando a bola é minha só joga quem eu quero e pronto.
Já pensou se moda pega aqui no Brasil? que meda!

redatozim disse...

Danny, você matou a charada. O problema é que na Suécia não tem assunto urgente pra tratar, aí eles se importam com isso. É coisinha de país rico.

redatozim disse...

Deus me livre, micho, pode pegar não.