sexta-feira, junho 27, 2008

Do mestre, sem carinho

Saca só a carta que um professor escreveu para a mãe de um aluno, explicando porque mandou o filhote dela para a detenção.

Não vou traduzir porcamente tudo, mas o estopim da discórdia entre educador e educando foi a insistência do último em corrigir o mestre, que afirmava que um quilômetro era mais comprido do que uma milha (!!!).



Era pra concordar? Desculpe, eu não sabia.




Direto na têmpora: No céu não tem cerveja - Joelho de Porco

2 comentários:

morado disse...

"Accept my teachings without resistance".

adoro isto.

ele devia bater um papo com o professor de historia sobre um pessoal que fazia isso ha uns 70 anos atras...

redatozim disse...

Não sei não, morado, o Mestre Yoda e o Mister Myagi também não admitiam questionamento sobre suas lições. Talvez o professor tenha razão em tolher este subversivozinho.