sexta-feira, novembro 09, 2007

Ética no banheiro

Você sai de sua mesa rumo ao banheiro para uma merecida urinada quando, pelo estado do vaso sanitário e adjacências, começa a desconfiar que algum de seus coleguinhas sofre do mal de parkinson, tomou um bruta susto quando se aliviava ou ainda teve uma epifania e concluiu que "o que está em volta do vaso deve ser vaso também".

Ainda em choque, você reflete brevemente sobra a situação e decide:

a) segurar o nojo, pegar o papel higiênio e limpar aquela porqueira;

b) fazer sua parte direitinho, mas deixar tudo no estado que encontrou;

c) decidir que fodido, fodido e meio e completar a cena brincando de mangueirinha gira-gira.

Não direi aqui qual foi minha decisão, mas aguardo ansiosamente a opinião de todos os amiguinhos homens e o desdém e nojinho de todas as coleguinhas mulheres.




Direto na têmpora: Frog and toad - The Bad Plus

18 comentários:

Rafael disse...

O problema é optar pela "abstenção".
E o próximo achar que foi você.
Ontem bradei em alto e bom som.....
"Olha o que fizeram aqui"..........

don oliva disse...

Tem que apelar numa hora dessas. Chuveirinho e que se dane o resto.
Agora, tem uma agência em que a gente trabalhou, que caso se acontecesse algo assim, o "famoso rio egípicio", que respondia pelo DP, teria que fazer um inquérito, estabelecer uma CPI, ou formar-sae uma nova Inquisição... hehe!

ndms disse...

Como eu te conheço bem e sabendo que não se trata de um banheiro público, você optou pela escolha a), no entanto, não deixou barato: solicitou aos amiguinhos que tivessem mais consideração com eles mesmos e com os colegas

ndms

Danny Falabella disse...

ok..amiguinha mulher comenta: banheiro de mulher tb rola isso demais...mesmo pq nossa ergonomia não nos permite uma boa mijada (ok falei como homem agora) em pé..mas ai tem o problema que o vaso sanitário muitas vezes ta um nojinho e não da para sentar..ai vira circulo vicioso...não tem jeito...vamos ter que encarar xixi fora do lugar pelos banheiros da vida sempre...

Redatozim disse...

É verdade, Rafiiinhaaa, às vezes é preciso dividir com os outros o drama pra deixar clara a calamidade, senão existe a chance de sobrar pra você.

Redatozim disse...

Estilo o caso do "algodão cagado" que já relatei aqui, Don Oliva. Inquisição neles.

Redatozim disse...

Pior é que deixei barato, ndms, além de postar aqui não fiz mais nenhuma consideração a respeito. Acho que estou desiludido da humanidade.

Redatozim disse...

Danny, i have a dream. I dream of a day when a man can pee in peace, without risking to drown in urine. Etc, etc, etc.
PS - se o inglês estiver errado, por favor, não corrijam.

Maria Luiza Pedrosa disse...

Blééééé nojinho mesmo! E quando o banheiro é misto? Fico igual acrobata do cirq du soleil para me resguardar... hehehe
Sugiro que coloquem um alvo vermelho no fundo do vaso sanitário ou que troquem a louça por uma super banheira!
Abs!

Redatozim disse...

Sugestões anotadas. Repassarei para a diretoria, ML. Ai, ai.

Rubens disse...

Aqui no trampo uso uma estratégia infalível: fico de olho na hora em que a Bia vai limpar o banheiro. Assim que ela sai vou correndo. Não interessa muito a vontade (literatura existe para isso). Ter o privilégio de passar um fax com o escritório todo arrumado, mesmo que demore, não tem preço.

Isabela Moura disse...

Que dilema hein! Dependendo do grau alcólico , vc se esquece do nojinho e limpa tudo antes de fazer mo xixi.... Mulher sempre leva desvantagem nisso , a posição para se livrar daquelas coisas molhadas que não são suas é bem acrobática mesmo. A sugestão da Maria Luiza é ótima ! Poderia muito bem ser adotada!

Redatozim disse...

Pro homem a questão nem é tanto pela dificuldade de utilizar o espaço depois de detonado. É questão de respeito mesmo e isso é que é o pior, Isabela.

Maria Luiza Pedrosa disse...

Tá vendo? Minhas sugestões estão ganhando adeptos! Dá-lhe, dá-lhe, dá-lhe, dá-lhe ê ô!

Maurilo,
Se o caso de desrespeito for comprovado, sugiro que o objeto usado no ato de delito seja retirado e enviado à polícia federal com um bilhete:
"Objeto de mijones fedaputones - CUIDADO AO MANUSEÁ-LO" hihihihi

Redatozim disse...

Tem que mandar pro Chavez hehehe

Redatozim disse...

Rubéola, seu comentáqrio tinha ficado preso no "moderador", mas agora achei e respondo. Eu nem peço tanto, já que prefiro o aparelho de fax lá de casa, mas um escritório sempre arrumado é fundamental.

Isa Moura disse...

Concordo com vc meu caro! é ridiculo chegar no banheiro e ele estar imundo....concordo com vc no quesito respeito.

Redatozim disse...

Vou mandar o tema pro programa do Alborgethi. Cadeia no mijão, já!