terça-feira, novembro 06, 2007

Antes da primeira mão

Estava aguardando ansiosamente pra dar a notícia, mas como não tenho freio na língua, falo antes que fique pronto mesmo e dane-se. Se algum de vocês, incautos visitantes, trabalha no Banco Mercantil do Brasil, terá o duvidoso prazer de encontrar este que vos bloga como colunista da revista interna da instituição.

Sim, mensalmente estarei escrevendo por lá e todos vocês são convidados a arranjarem um empreguinho no Mercantil só para terem o prazer de se tornarem meus leitores também no mundo físico. Caso não role, tudo bem, não são poucos os que dizem que vocês não vão perder lá grande coisa.




Direto na têmpora: Porque hoje é sábado - Vinicius de Moraes

16 comentários:

don oliva disse...

E se a gente abrir uma conta no dito banco?
Num é possível que não receba... ou e?
Em todo o caso, parabéns!

Redatozim disse...

Acho que é só pra funcionários mesmo, Don Oliva, mas se houver alguma informação em contrário, aviso aqui.

Gastão disse...

A vital-autarquia-federal-integrante-do-Sistema-Financeiro-Nacional que fiscaliza a referida instituição financeira (vulgo Banco Central) também não deve receber. Acho que estou incluído fora desta.

Gláucio disse...

cara, liguei lá mas não rolou de me darem emprego não, falaram que não tem interesse... Como fazemos agora?

Parabéns meu velho!

Redatozim disse...

Pô, Gasta, você tem a distinta possibilidade de achacá-los para obeter a prestigiosa publicação. Eu, se fosse você, não perderia tempo.

Redatozim disse...

Glauquito, eu também não empregaria, mas será que não tem como subornar alguém? Afinal, é isso que empresários fazem quando realmente querem algo, não? De qualquer forma, valeu, meu velho.

Raquel disse...

Então agora você será um colunista impresso. Bacana,heim sô. Parabéns. Esse meu banco ( eu sou correntista do Mercantil do Brasil desde 86)anda muito moderno. Agradei, pena que correntista num vai ler. Quem sabe uns extratos nos extratos?

ndms disse...

Redatozim: Não se consegue obter o artigo por meio de E-mail?

Felipe disse...

Parabéns Murilão. Com certeza os caras de lá vão ter o mesmo prazer que nós em ler seus textículos.

Redatozim disse...

Acho que não, pai, mas mando pra vocês depois.

Redatozim disse...

Ô, Felipolha, fico feliz pelo comentário. aliás, seu portifólio andou sendo visto (e bem quisto) por aqui hoje.

Redatozim disse...

Pois é, Kel, bem que podia ter uma versão pra correntistas. Vou ver se sugiro isso lá. Beijo!!!

ndms disse...

Raquel tem toda a razão. Como cliente, objeto de desejo do banco, deveria ter acesso à revista. E dai a pergunta: para quem o banco envia as revistas ?

Redatozim disse...

A revista é interna, ou seja, distribuída para funcionários (caixas, gerentes, etc), portanto, deve conter informações que não dizem respeito aos clientes. Até aí tudo bem, mas que ia ser legal ter uma versão para clientes com o mesmo material, isso seria.

Rubens disse...

Pela opinião do Menino Monstro revelada neste blog, acho que é a atividade ideal procê, my friend.

Redatozim disse...

Tomara, Rubéola, agora só falta ganhar dinheiro com isso.