segunda-feira, julho 09, 2007

Monstros

Quando eu era criança vivia desenhando monstros. Sob a influência de Ultraman, Ultraseven e demais heróis japoneses, criava monstros com poderes diferenciados, montava uma galeria e iniciava um torneio pra saber qual o mais forte. A escolha do vencedor era muitas vezes dividida com meus pais, apesar de eu raramente levar a opinião deles em conta (eram leigos, afinal).
Não desenho mais monstros. Crio alguns, no entanto, cada vez mais fortes, maiores, indestrutíveis. E já não preciso escolher entre eles qual vai ser o vencedor.





Direto na têmpora: Crazy Love – Bryan Ferry and the Roxy Music

2 comentários:

felipe disse...

Cria e sai largando eles por aí. Aqui mesmo c esqueceu um menino monstro. ;)

Redatozim disse...

hahahahahahahaha com esse monstro aí eu não tenho nenhuma ligação, Felipolha. Até afundar a cidade natal do menino eles afundaram. É o 666 da propaganda mineira.