sexta-feira, agosto 07, 2009

Medo de quê?

O medo que eu tinha do escuro é hoje medo de quê? Um medo não some assim, como se nunca houvesse existido. Medo não desaparece, não cessa, não some no ar. Medo muda.

Ele se transmuta em outro pavor e se instala na gente até ser requisitado por um momento, um gesto, uma situação qualquer.

Meu medo de escuro virou o medo de ficar velho.
Meu medo da prova de Física virou medo da Sophia adoecer.
Meu medo do cachorro da rua de cima virou medo de perder a Fernanda.
Meu medo da loura do banheiro virou medo de descobrirem que sou incompetente.

Um medo que vira outro, uma certeza que vira susto, a gente que vai crescendo e temendo e tremendo e suando frio, sem dormir à noite por causa de algum medo novo que é o mesmo gelar nas veias.

O ser humano é assim: metade sonho e metade medo.




Direto na têmpora: Lonely Day - Phantom Planet

14 comentários:

Jonga Olivieri disse...

Já de volta com um computador devidamente reformatado. Coisas da vida...
Agora, teem medos que não vão embora.
Confesso que desde que assisti "Psicose" do mestre Hitch, nunca mais tomei banho de porta aberta (quando sozinho em casa).
Durma-se com um barulho desses?
Don Oliva

redatozim disse...

Tome-se banho com um barulho desses, Don Oliva.

alexandre, com telhado de vidro disse...

medo é para os fracotes, mcfly!

redatozim disse...

mas eu sou fraco, alexandre. Nunca confunda gordo com forte.

Regina Duarte disse...

Eu tinha medo do Lula. Agora tenho pavor!!!!

redatozim disse...

Pô, Regina, você deveria ter medo é de aparecer na tv, porque vai ser ruim de serviço assim lá longe.

Micho en el pais de las maravillas disse...

Nossa! esse foi o e-mail de Deus hoje! é como foi.
Beijo mestre

redatozim disse...

se serviu, tá bom, micho. bom que gostou.

Mateus Coelho disse...

Acho que tem um medo que nunca deixa a gente: o medo de ter medo.

ndms disse...

Uma realidade sem tamanho! Acho que mesmo assim, o sentir medo, é importante porque muitas vezes é ele que nos torna mais fortes para as buscas dos sonhos, para o fortalecimento da alma e para o repensar da vida

emmibi disse...

Boa teoria.
Acho que descobri semana passada que meu medo de escuro virou medo de polvo, quando estava para cozinhar um (morto mesmo).

redatozim disse...

pode ser, mateus, mas aceitar o medo é bom também.

redatozim disse...

O medo é fundamental, ndms, por isso não o abandonamos, apenas mudamos o foco.

redatozim disse...

polvo, emmibi? Medo é um negócio muito irracional às vezes mesmo.